Download http://bigtheme.net/joomla Free Templates Joomla! 3
Home / Notícias / Lançado aviso de concurso da candidatura do Centro de Ambulatório e Radioterapia do Hospital de Viseu

Lançado aviso de concurso da candidatura do Centro de Ambulatório e Radioterapia do Hospital de Viseu

A Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Centro lançou o aviso de concurso para apresentação da candidatura do Centro de Ambulatório e Radioterapia do Hospitalar de Viseu, a obra tem um custo de 24 milhões de euros e que entrará em funcionamento no final de 2023.

João Azevedo, deputado do PS na Assembleia da Republica e também vereador na Câmara de Viseu, refere que este aviso vai permitir que o Centro Hospitalar Tondela-Viseu, concorra aos fundos comunitários. Após a entrada em funcionamento do Centro de Ambulatório e Radioterapia de Viseu os doentes vão deixar de se deslocarem, por exemplo, para Coimbra.

O Centro de Ambulatório e Radioterapia do Hospitalar de Viseu, refere João Azevedo, vai permitir a criação de emprego qualificado não só para o distrito, mas para toda a região.

João Azevedo, vereador do PS na Câmara de Viseu, diz que, “a política deve ser feita de atos e não de palavras que se vão desdizendo ao longo dos tempos”, referindo-se assim ao que muito tem sido dito pelos responsáveis políticos do PSD Viseu no processo do Centro de Ambulatório e Radioterapia do Hospitalar de Viseu.

O socialista João Azevedo foi mais longe e referiu que “os deputados do PSD estão claramente desorientados, preocupados, desatualizados e retardados”.

Desde logo, o Presidente da Câmara Municipal de Viseu Fernando Ruas, que numa ação política completamente fora de moda e desinformada, assumiu posições e veste-se de forma diversa e distinta, consoante os cargos que desempenha”.

Enquanto autarca, nas reuniões de Câmara disse que, “faço votos que o senhor (referindo-se ao Vereador João Azevedo) não tenha que vir aqui fazer uma penitência. Até o convido, a seguir, a ir ali aos Terceiros”. Esta posição pública, tomada no dia 28 de Outubro de 2021, demonstra claramente que o Sr. Dr. Fernando Ruas e todas as suas equipas não conheciam, nem tão pouco acreditavam, que este projeto avançasse.

Enquanto Presidente da CIM, no dia 15 de Novembro de 2021, assume-se como porta-voz de novidades nesta matéria, nomeadamente, dizendo que: ”… solicitei que fosse incluído neste quadro comunitário e que não se espere pelo quadro que aí vem, o 2030, para resolver o problema do financiamento…”, João Azevedo acusa o autarca de Viseu de “falta de arte política”.

No processo do Centro de Ambulatório e Radioterapia do Hospitalar de Viseu, o socialista João Azevedo conclui ainda que “os deputados do PSD e o autarca Fernando Ruas, “ao negarem as evidências e ao afirmarem que tudo era uma mentira conduziram alguns dos seus apoiantes a seguirem a mesma linha de raciocínio, dizendo que tudo era um embuste, levando a que estes agora se sintam defraudados”.

“Eles estão preocupados porque a população sabe que nenhum deles, incluindo o atual Presidente da Câmara Municipal de Viseu, fizeram algo para que este projeto fosse uma realidade, e sempre demonstraram falta de conhecimento para a resolução deste problema que persiste há mais de uma década e não desde 2015”.

 

Pode ver também

Quinta da Cruz e Museu Almeida Moreira acolhem novas exposições alusivas à botânica, à fotografia e ao Natal

“Species Plantarum: expedição Quinta da Cruz” e “A cor do Presépio” inauguram este domingo, 5 …

Comente este artigo