Download http://bigtheme.net/joomla Free Templates Joomla! 3
Home / Notícias / Jardins Efémeros: “A Palavra e as Linguagens” é tema da IX edição

Jardins Efémeros: “A Palavra e as Linguagens” é tema da IX edição

A nona edição dos jardins Efémeros, que se realiza entre 03 e 11 de julho, em Viseu, tem como tema “A Palavra e as Linguagens” e contém uma programação criada para públicos diversificados assente em oito categorias: artes visuais, arquitetura, som, cinema, pólis, oficinas, mercados e teatro & dança.

Em concertos a solo, estarão pela primeira vez em Portugal, Lyra Pramuk, HeatherLeigh, Bendik Giske e Deena Abdelwahede, e os espetáculos vão decorrer entre o Parque Aquilino Ribeiro e do Teatro Viriato.

O Teatro Viriato vai ser palco de espetáculos híbridos como Territoire Éphémères, de Dasha Rush, com a colaboração do bailarino Valentin Tszin e do artista digital Alex Guevara. As quatro apresentações vão ser unidas numa peça híbrida chamada “NKSI”, sob a direção de Gil Mac.

Nas Artes Visuais, João Louro, João Pais Filipe, Marco Franco e Joana Pestana, entre outros artistas, marcam um programa que conta com a participação de 18 projetos expostos em diversos locais.

Sandra Oliveira, diretora e criadora do projeto, garante que este ano o parque estará diferente e diz que foi feita uma chamada de artistas para completar o que cartaz.

Na área do som há 24 projetos que incluem quatro espetáculos híbridos e duas residências artísticas no Teatro Viriato, a destacar-se a dupla Bill Fontana e Pedro Rebelo e uma outra composta por Suso Saiz e André Gonçalves.

A Casa do Sonho, serviço educativo infantil, contará com 112 sessões e 1331 vagas. Já as Oficinas Gerais, para os adultos, terão 31 sessões e 309 vagas. Haverá também uma área de cinema com quatro sessões ao ar livre.

A nona edição dos Jardins Efémeros contará também com três mercados: Mercado Indo Eu, Mercado de Sons e Letras e Grão a Grão, destacando-se o Mercado Indo Eu, promovido pela Junta de Freguesia de Viseu, que se destina a troca e comércio de artigos usados em bom estado, antiguidades ou produtos de produção própria.

O encerramento desta edição dos Jardins Efémeros será feito com um concerto de Rui Reininho, explicou a responsável pelo projeto, Sandra Oliveira.

Organizados pela Pausa Possível, os Jardins Efémeros são financiados pelo município de Viseu em 100 mil euros e pela Direção Geral das Artes em cerca de 61 mil euros. Contam também com o patrocínios em géneros de outras entidades.

 

Pode ver também

V.N.Paiva: PSD Vai Fazer Apresentação Oficial Da Candidatura

Com vista às Eleições Autárquicas 2021, este próximo sábado, 26 de junho, pelas 21h30, o …

Comente este artigo