Download http://bigtheme.net/joomla Free Templates Joomla! 3
Home / Notícias / Ironia marca espetáculo “Terra” da nova temporada do Trigo Limpo Teatro ACERT

Ironia marca espetáculo “Terra” da nova temporada do Trigo Limpo Teatro ACERT

O Trigo Limpo Teatro ACERT vai estrear, no dia 27 de março, o espetáculo “Terra”, recorrendo à ironia para tratar um tema sério e provocar a reflexão, disse o encenador da peça, na apresentação da temporada da companhia.

“Terra” que tem estreia marcada para o Dia Mundial do Teatro, é o terceiro espetáculo de uma trilogia que a companhia da Associação Cultural e Recreativa de Tondela (ACERT) começou a desenhar após os incêndios de outubro de 2017, e que se segue a “Fogo!” e a “Água”.

“Em `Terra`, misturamos todos os elementos e acabamos por, ironicamente, meter os dedos na ferida”, disse hoje o ator Pompeu José, responsável pela encenação.

O espetáculo mistura a ironia de textos de vários autores, como Raul Solnado e Ricardo Araújo Pereira, com a ciência, não faltando a alusão às descobertas de Galileu Galilei.

“É um registo que não deixa de ser atuante sobre a realidade e provocador de reflexão, mas tem acoplada uma ironia bastante grande”, frisou Pompeu José.

Segundo o encenador, Galileu Galilei surgirá em cena para falar “de uma época em que a Terra era o centro do mundo”.

“Ele acaba por descobrir que não, que afinal a Terra não era o centro do sistema solar, muito menos de todo o mundo. E põe-se a questão: a ciência está ao serviço de quê e é defendida por quem?”, avançou.

“Terra” permitirá aos espetadores regressarem ao ponto zero da análise, colocando várias questões relativas a como é viver neste planeta.

“Muitas vezes estamos muito mais a salvar o nosso `coiro` do que a tentar salvar o planeta”, disse Pompeu José, acrescentando que o espetáculo permitirá ao público “refletir sorrindo” sobre as grandes questões que ameaçam a existência da humanidade.

À semelhança de “Fogo!” e de “Água”, “Terra” estrear-se-á no bar da ACERT, será depois apresentado em associações do concelho de Tondela e, posteriormente, em outros pontos do país.

Pompeu José e Raquel Costa são os responsáveis pela dramaturgia, enquanto a interpretação fica a cargo de António Rebelo, Ilda Teixeira e Raquel Silva.

A programação da ACERT para este trimestre integra espetáculos diversificados de música, teatro e novo circo.

O espetáculo de música para crianças e famílias “Aniki”, da Gira Sol Azul, a exposição de fotografia “O dia em que a terra se fez mar”, do fotojornalista Tiago Miranda, o concerto de Noble (Pedro Fidalgo) e o espetáculo “Ermelinda do rio”, do Teatro da Terra, são alguns dos destaques.

Em março, vai realizar-se uma festa de homenagem aos anos 90, com os grupos Peste e Sida, 69 Graus e o DJ Kira.

Outra das novidades é o evento “5.ª feira de faca e garfo”, que permitirá fundir os sabores da comida com os sabores da música tocada ao vivo.

 

Pode ver também

Mosteiro em ruínas em Mangualde começa a ser recuperado

A igreja do Mosteiro de Santa Maria de Maceira Dão, classificado como Monumento Nacional desde …

Comente este artigo