Home / Notícias / Infraestruturas de Portugal visita obras na Linha da Beira Alta na zona de Nelas

Infraestruturas de Portugal visita obras na Linha da Beira Alta na zona de Nelas

Uma comitiva das Infraestruturas de Portugal (IP) visitou as obras de requalificação/modernização da Linha da Beira Alta na área do Concelho de Nelas, com o objetivo de se inteirar dos trabalhos que estão a decorrer e dos constrangimentos causados pela empreitada.

Na agenda, a avaliação dos constrangimentos que esta obra tem trazido ao concelho de Nelas, o compromisso de se encontrarem soluções, o recentrar de assuntos que não estão consignados na empreitada e que se constitui de grande relevância a sua concretização, bem como solicitar apoio para outras intervenções de âmbito mais alargado e de interesse para o desenvolvimento concelhio.

Na reunião, a Comitiva das Infraestruturas de Portugal mostrou-se recetiva para solucionar os problemas decorrentes desta intervenção no Concelho. Neste âmbito o Município reforçou a solicitação efetuada na reunião de outubro de 2022, que decorreu em Mortágua, no que respeita à necessidade imperiosa de se proceder ao alcatroamento no final da empreitada da Rua Eng.º Alberto Vilhena – estrada que se encontra bastante danificada com o volume excessivo de tráfego, particularmente o pesado, em virtude das obras que decorrem na ponte sobre a linha – assunto que mereceu a concordância da IP, que assegurou ainda como data prevista para a conclusão das obras que decorrem no tabuleiro, o final do mês de março próximo/início do mês de abril. Ficou deste modo assumido o compromisso por parte da IP de uma intervenção de fundo na via que agora é alternativa.

De imediato, haverá um reforço na manutenção regular da via, de forma a garantir as condições necessárias e de segurança à circulação rodoviária, durante o período em que decorrem as obras. De igual modo, foi também concertada a pavimentação da Rua da Fonte Grande (estrada de acesso ao Cemitério Novo de Nelas) e da zona de acesso ao estaleiro, na Rua Casa da Guarda na Lapa do Lobo, vias com condições agravadas de forma severa com a circulação de pesados para as zonas de estaleiro das obras.

Foram ainda visitados outros pontos que o Município considera de extrema relevância que sejam de novo analisados, tendo em atenção a mobilidade, segurança e bem-estar das populações e a minimização de riscos derivados dos impactos causados pela situação de obra. Nesse sentido, o Executivo requereu a realização da avaliação estrutural da ponte velha do Folhadal, em articulação com os serviços da autarquia, e a reanálise da realização da passagem superior na Lapa do Lobo e a criação de uma passagem com mobilidade reduzida na Urgeiriça.

Mereceram também especial atenção por parte do Vice-Presidente da IP, outros assuntos e solicitações feitas pelo Presidente da Câmara, de extrema importância para o território, e que englobam a minimização dos impactos nas urbanizações junto à linha férrea, cedência de terreno junto à linha na zona industrial para expansão empresarial, celebração de contratos de concessão do armazém junto ao edifício da Estação de Nelas e de espaço na entrada de Canas de Senhorim, intervenção no talude junto ao muro que ruiu nesta localidade, bem como colocação de tubagem de saneamento, da zona das Lameiras para a zona da Ribeirinha, e embelezamento do exterior da Estação.

A alteração do corredor da área Non Edificanti do IC12, já solicitado em julho de 2022 pela autarquia, a formalização da entrega de troços de ligação e a constituição de um protocolo que vise requalificar a variante de Nelas e a curva dos Valinhos, foram outros dos assuntos abordados que mereceram o interesse das Infraestruturas de Portugal.

 

Pode ver também

Mangualde abre único Gabinete de Apoio à Vítima (GAV) dos distritos de Viseu e Guarda

O GAV, instalado no edifício da USF (Unidade de Saúde Familiar)  de Mangualde, tem a missão …

Comente este artigo