Home / Notícias / GNR de Sernancelhe deteve homem por caça com meios proibidos

GNR de Sernancelhe deteve homem por caça com meios proibidos

O Comando Territorial de Viseu, através do Núcleo de Proteção Ambiental (NPA) de Moimenta da Beira, deteve um homem de 61 anos por caça com recurso a meios não permitidos, no concelho de Sernancelhe.

No decorrer de uma ação de fiscalização ao exercício do ato venatório, os elementos do NPA detetaram um homem que exercia a caça ao javali através de meios não permitidos (laços), culminando na sua detenção.

No seguimento da ação foram apreendidos três cabos de aço e uma podoa.

O detido foi constituído arguido e os factos foram comunicados ao Tribunal Judicial de Moimenta da Beira.

O laço é um meio proibido para o ato venatório, tipificando um crime punível com a pena de prisão até seis meses ou com pena de multa até 100 dias. Nos termos da Lei da Caça, trata-se de um meio não seletivo de caça, causando risco indiscriminado para outros animais selvagens e domésticos e mesmo para os seres humanos.

A Guarda Nacional Republicana, através do Serviço da Proteção da Natureza e do Ambiente (SEPNA), tem como preocupação diária a proteção ambiental e dos animais. Para o efeito, poderá ser utilizada a Linha SOS Ambiente e Território (808 200 520) funcionando em permanência para a denúncia de infrações ou esclarecimento de dúvidas.

 

Pode ver também

Vila Nova de Paiva: Município entregou 14 incentivos à natalidade

O Município de Vila Nova de Paiva continua a apoiar as famílias “Paivenses”, ao abrigo …

Comente este artigo