Download http://bigtheme.net/joomla Free Templates Joomla! 3
Home / Notícias / Fragilidades na rede de prestação de Cuidados de Saúde em Lamego

Fragilidades na rede de prestação de Cuidados de Saúde em Lamego

O Bloco de Esquerda de Lamego está preocupado com a recente notícia da requisição, por parte do Centro Hospitalar de Trás-os-Montes e Alto Douro, de duas profissionais de enfermagem que se encontravam em mobilidade na ACES Douro Sul a prestar cuidados domiciliários de reabilitação.

A área de influência do ACES do Douro, corresponde aos concelhos de Armamar, Lamego, Moimenta da Beira, Penedono, São João da Pesqueira, Sernancelhe, Tabuaço e Tarouca.

O Bloco de Esquerda tem vindo a acompanhar as várias situações, que segundo os Bloquistas, evidenciam uma grande fragilidade da rede de prestação de cuidados de saúde no concelho de Lamego, e toda a região.

O Bloco de Esquerda em contacto direto com as populações, das várias reuniões que já se realizaram com a administração do CHTMAD, com o Sindicato dos Enfermeiros Portugueses e com os profissionais de saúde, não podem deixar de ser alarmantes na medida em que o subfinanciamento crónico do SNS naquela região do país, a falta de meios e a descoordenação de entidades públicas de saúde estão a condicionar gravemente o acesso a cuidados de saúde primários, referiu à Alive Fm, o Bloquista Eduardo Marques.

Esta problemática acentua-se particularmente quando se trata, de populações das periferias, tendencialmente envelhecidas, vulneráveis e muitas vezes sem opções de transporte público para o Hospital de Lamego, referiu à Alive Fm, o Bloquista Eduardo Marques.

O Bloco de Esquerda considera urgente que o Ministério da Saúde proceda à rápida resolução deste constrangimento, uma vez que esta é uma matéria da responsabilidade do Ministério e que não envolverá sequer o aval do Ministério das Finanças, tantas vezes puxado à colação na tentativa de justificar decisões políticas erradas e o adiamento de decisões urgentes com base em critérios ou argumentos meramente financeiros, administrativos e burocráticos.

Perante a situação o Bloco de Esquerda já questionou o Governo, através do Ministério da Saúde, a intervir de forma a garantir a contratação de novos enfermeiros para o Centro Hospitalar de Trás-os-Montes e Alto Douro, de forma a que as enfermeiras visadas possas continuar o seu trabalho no ACES Douro Sul.

 

Pode ver também

Câmara de Sernancelhe organiza “Festa da Castanha” em formato digital

Festa da Castanha de Sernancelhe este ano será em formato digital mas vai manter o …

Comente este artigo