Download http://bigtheme.net/joomla Free Templates Joomla! 3
Home / Notícias / Fernando Ruas diz que, “lista do PSD à Câmara de Viseu não representa corte com o passado”

Fernando Ruas diz que, “lista do PSD à Câmara de Viseu não representa corte com o passado”

O candidato do PSD à presidência da Câmara de Viseu, Fernando Ruas, garantiu ontem que a sua lista não representa um corte com o passado, apesar de a maioria dos elementos não ter integrado executivos anteriores, realçou o social-democrata na apresentação das listas aos órgãos autárquicos do concelho.

O economista, de 72 anos, foi a solução encontrada pelo PSD após a morte de Almeida Henriques (em 04 de abril), que já tinha sido indicado como recandidato pelo partido.

Fernando Ruas disse não ter tido qualquer problema com quem o acompanhou no passado e que “são todos apoiantes desta lista”, mas a opção foi “dar novas possibilidades a outros protagonistas”, de acordo com as características que tinha definido previamente.

Da lista à Câmara Municipal de Viseu, António Guilherme Almeida (de 54 anos) é o único que fez parte de executivos de Fernando Ruas, ocupando o sexto lugar. Do atual executivo, manteve-se apenas João Paulo Gouveia (de 44 anos), que aparece em segundo lugar da lista.

“Eu tenho uma outra perspetiva e até uma outra ligação. Há alguns vereadores do atual executivo que eu nem conhecia bem. Portanto, não é nenhuma rutura”, justificou Ruas, garantindo que “tudo aquilo que estiver bem, e há muita coisa bem”, será para manter e até para potenciar, se houver essa possibilidade.

Segundo o candidato social-democrata, a preocupação foi escolher “pessoas que dessem garantia de que exerceriam melhor e mais cabalmente” as funções necessárias para o projeto de desenvolvimento pensado para o concelho, em particular o setor empresarial.

Na elaboração das listas do PSD, Fernando Ruas não esqueceu a juventude com o objetivo de promover a política desportiva.

Fernando Ruas diz que procurou fazer uma lista que fosse o mais abrangente possível e representativa da sociedade viseense. O candidato do PSD à câmara de Viseu, realçou que foi construída com base “no conhecimento direto de 24 anos” de governação municipal e da análise das “novas exigências e novo conteúdo funcional que o poder local vai adquirindo” decorrente da delegação de competências.

A escolha de João Paulo Gouveia, que atualmente tem o pelouro das freguesias, prendeu-se com a aposta que Ruas pretende fazer fora da cidade, sobretudo nas freguesias rurais mais distantes.

“Uma das propostas é encurtar a distância para a cidade”, avançou o candidato social-democrata, acrescentando que, com João Paulo Gouveia, “haverá continuidade por parte de quem adquiriu experiência” nesta área.

Para Mota Faria candidato do PSD à Assembleia Municipal de Viseu, o projeto que os sociais-democratas apresentam para os próximos quatro anos é inovador e virado para o futuro.

Nos primeiros lugares da lista do PSD à câmara de Viseu estão ainda a artista Leonor Barata (independente, 46 anos), a empresária Mara Almeida (47 anos), o professor Pedro Ribeiro (49 anos) e a médica Sofia Mesquita (28 anos).

Nas eleições autárquicas de 2013, Fernando Ruas não pôde voltar a candidatar-se devido à lei de limitação de mandatos. Almeida Henriques foi o candidato vencedor do PSD, que ficou à frente dos destinos do município até abril deste ano, quando morreu na sequência de complicações provocadas pela covid-19.

A morte de Almeida Henriques deixou o PSD sem candidato. Com o apoio das estruturas locais, distritais e nacionais do partido e depois de ter recebido mensagens de munícipes a pedirem que se candidatasse, Fernando Ruas, deputado da Assembleia da República por Viseu, aceitou o desafio.

 

Pode ver também

Festival Outono Quente, de Viseu, privilegia artistas locais e nacionais

Duas companhias internacionais, 14 nacionais e 17 locais, num total de 80 artistas, animam de …

Comente este artigo