Home / Notícias / Desporto / FC Porto B vs Tondela empataram a um golo

FC Porto B vs Tondela empataram a um golo

A primeira parte foi quase toda dominada pelo FC Porto B, que teve mais bola, mais remates (seis contra nenhum do Tondela), mais ocasiões de perigo e duas claras ocasiões de golo, sendo que uma delas acabou por ser materializada pelo médio Vasco Sousa.

Vasco Sousa começou cedo a dar nas vistas com a sua irreverência e, aos 18 minutos, testou Ricardo pela primeira vez, com um remate que o guardião do Tondela defendeu com facilidade.

Nessa altura já era visível superioridade portista ante um opositor incapaz de ter bola e de sair para o ataque e com a sua defesa sob crescente ameaça, como sucedeu aos 25 minutos, quando o brasileiro Kennyd Lucas acorreu a cruzamento da direita e forçou Ricardo a uma intervenção apertada.

A pressão portista prosseguiu e o golo surgiu com naturalidade, por Vasco Sousa, na conclusão de um lance que ele próprio começou quando ganhou um duelo no meio-campo defensivo da sua equipa. A partir daí, o FC Porto B contra-atacou e Marcus recebeu a bola na direita e serviu Vasco Sousa, que finalizou com um remate colocado.

A vantagem portista justificava-se plenamente, mas tudo se complicou para a equipa de António Folha quando João Mendes viu o segundo cartão amarelo aos 45+1 minutos.

Com mais um jogador, o Tondela entrou muito mais afoito na segunda parte, passou a ter mais bola e também teve a paciência necessária para circulá-la e procurar atacar pelos flancos, para tentar abrir a defesa portista e, assim, ter mais espaço para as suas ações.

Francisco Meixedo criou um problema desnecessário à sua equipa ao dar dois toques na área, o que foi punido com um livre indireto para o Tondela em posição frontal e a poucos metros da linha de golo. Do livre, porém, nada resultou, pois o remate acabou por ser devolvido pela densa barreira do FC Porto B.

Aos 57 minutos, contudo, o Tondela empatou na sequência de mais um ataque. Um cruzamento da esquerda encontrou Rui Gomes no coração da área portista e o avançado rematou, tendo a bola sofrido um desvio e acabado dentro da baliza portista.

Quando o Tondela controlava o jogo, Ricardo Alves viu o cartão vermelho direto, aos 60 minutos, e as duas equipas voltaram então ficar com igual número de jogadores.

O Tondela continuou melhor e mais confiante e o FC Porto B tardou em se reequilibrar. Dinis rematou com perigo e ganhou um canto, Ceitil obrigou Francisco Meixedo a uma grande defesa para canto, aos 84 minutos, e foi já nos sete minutos de descontos que o FC Porto voltou a ser mais pressionante.

Créditos O Jogo

 

Pode ver também

Freguesia de Vila Cova à Coelheira entregou desfibrilhador aos Bombeiros de Vila Nova de Paiva

Na tarde desta segunda-feira, 20 de maio, a Junta de Freguesia de Vila Cova à …

Comente este artigo