Download http://bigtheme.net/joomla Free Templates Joomla! 3
Home / Notícias / Estudantes do ensino secundário de Mangualde criam quadro de mérito evolutivo

Estudantes do ensino secundário de Mangualde criam quadro de mérito evolutivo

A Associação de Estudantes da Escola Secundária Felismina Alcântara, em Mangualde, criou o quadro de mérito evolutivo, para premiar os alunos que “mais progridam” em ambiente escolar, ao longo do ano letivo, disse uma dirigente associativa.

“O ensino à distância tem sido um grande obstáculo à motivação dos estudantes e, como tal, surgiu esta ideia e, que se saiba, inédita”, afirmou ontem à agência Lusa Pilar Guimarães, salientando que o projeto “pretende reconhecer o esforço e a resiliência dos alunos”.

A iniciativa, que vai premiar, no final do ano letivo, oito estudantes, é da Associação de Estudantes da Escola Secundária Felismina Alcântara, de Mangualde (que a começou a trabalhar em dezembro) e contou, “de imediato, com o apoio da direção da escola”.

“São dois prémios por cada ano letivo do 9º ao 12º anos. Os dois alunos que mais evoluírem nas notas, de todas as disciplinas obrigatórias e em termos absolutos, serão os premiados”, adiantou a responsável da Associação e aluna do 12.º ano.

“Todas as escolas têm quadros de honra, de mérito, bolsas para tudo e mais alguma coisa, mas nenhuma tinha um prémio para os alunos que, ao longo do ano, se esforçam para evoluírem”, salientou Pilar Guimarães, explicando a criação da ideia.

Para a “construção do projeto” foi “igualmente fundamental” o patrocínio de uma ourivesaria, que, “através de uma marca de relógios, atribui um prémio não monetário, no valor de 100 euros, a cada vencedor”.

Num vídeo publicado na página no Facebook, de apresentação do projeto, o diretor da Escola Secundária Felismina Alcântara, sede do Agrupamento das Escolas de Mangualde, elogia a “ideia muito interessante”.

Agnelo Figueiredo destaca a iniciativa, uma vez que o quadro de mérito evolutivo “não premeia os alunos que têm as melhores classificações, mas os que se distinguem de outra forma, ou seja, os que melhoram ao longo do ano, e isso é extremamente inovador”.

A ideia é também elogiada pelo presidente da Associação de Pais, que, no mesmo vídeo, defende que “a meritocracia é o que faz evoluir, tanto na escola como na vida”.

Este “é um projeto excelente”, sublinha, fazendo votos para que o concurso se prolongue no tempo.

O patrocinador, Pedro Guimarães, por seu lado, assume “o alargamento dos prémios às escolas dos concelhos onde a ourivesaria Pereirinha tem lojas, como é o caso de Penalva do Castelo, Tondela e Viseu”, e ainda de atribuir “um prémio especial para o [aluno] que mais progredir entre todas as escolas”.

Uma vez que “o regulamento já está feito e o patrocinador também já está angariado”, Pilar Guimarães, acredita que o projeto chegará em breve a “outras escolas do distrito de Viseu”, e, entretanto deseja, que venha a ser alargado ao resto do país.

Os alunos que se queiram candidatar devem-no fazê-lo até 09 de abril, na página oficial da internet da Associação (http://aeesfa.pt), onde também pode ser consultado o regulamento do concurso.

 

Pode ver também

Aguiar da Beira: Natal com o Comércio Local

Habilite-se ao sorteio de 20.000 Euros em prémios: Por cada compra efetuada nos estabelecimentos do …

Comente este artigo