Home / Notícias / Estátua em homenagem a Alexandre Cardia inaugurada no cinquentenário do 25 de abril

Estátua em homenagem a Alexandre Cardia inaugurada no cinquentenário do 25 de abril

Homem íntegro que serviu a comunidade Moimentense em diversas ocasiões, destacando-se o seu papel ativo como Presidente da Câmara Municipal de Moimenta da Beira, entre 1985 e 1993, vereador durante três mandatos, membro da Assembleia Municipal e Presidente da Assembleia de Freguesia. Foi ainda fundador e Presidente da Casa do Povo de Moimenta da Beira, Presidente do Clube de Desporto e Recreio, do Rancho Folclórico de Moimenta da Beira e do antigo Grémio da Lavoura, entre muitos outros cargos que honrou de forma elevada, sempre em prol dos outros.

Alexandre Gomes Cardia foi homenageado no Dia da Liberdade. O tributo está representado numa escultura que perpetua a sua memória, no Terreiro das Freiras, o Largo mais nobre e histórico da vila. Uma escultura que, segundo Francisco Cardia, seu filho mais velho, projeta a ideia de movimento, representa seu pai como um ser inquieto, que não conseguia estar parado e tinha que se mexer constantemente. Contudo, a imagem mostra também a ideia de um homem que está a visualizar o horizonte. “O Cardia era assim conhecido por todos nós”, lembra o filho.

A festa de homenagem, promovida pela Assembleia Municipal, teve início com o descerramento do monumento pelos presidentes da Assembleia e da Câmara Municipal, João Xavier e Paulo Figueiredo, e pelo filho e ex-autarca. A cerimónia prosseguiu com intervenções dos últimos e também com o discurso do vereador Paulo Reis.

Na sessão de preito estiveram presentes os familiares do homenageado, o autor da escultura, Daniel Castro Gamelas, os membros do Executivo e da Assembleia Municipal, os presidentes das Juntas de Freguesia, ex-autarcas e a comunidade Moimentense.

Alexandre Gomes Cardia nasceu a 10 de abril de 1931 e faleceu a 10 de julho de 2017.

 

Pode ver também

Viseu, Mangualde, Sátão, Santa Comba Dão e Aguiar da Beira – Cinco detidos por tráfico de estupefacientes

O Comando Territorial de Viseu, através do Núcleo de Investigação Criminal (NIC) de Mangualde, ontem, …

Comente este artigo