Download http://bigtheme.net/joomla Free Templates Joomla! 3
Home / Notícias / Encontros, residências e várias encomendas no ZigurFest em Lamego deste ano

Encontros, residências e várias encomendas no ZigurFest em Lamego deste ano

O festival ZigurFest, em Lamego, volta a programar uma série de concertos e intervenções artísticas no final de agosto na cidade, numa edição com vários encontros, residências e encomendas a artistas portugueses.

O festival, que vai realizar-se de 25 a 28 de agosto, vai acolher concertos de Braima Galissá, Marcelo dos Reis, Yakuza, Luís Pestana, SCOLARI e Fashion Eternal, entre outros, num programa que procura retratar a realidade musical portuguesa, foi hoje anunciado.

Este ano, o ZigurFest conta com “várias encomendas” a artistas e residências artísticas, disse à agência Lusa António Silva, da organização, destacando também uma edição com “muita música improvisada” e com vários concertos em que foi pedido a vários dos projetos que vão a Lamego para prepararem “algo de especial para o festival”.

“Depois de um ano e meio sem poderem tocar, acho que os concertos têm tudo para serem qualquer coisa de especial”, salientou.

António Silva apontou para uma encomenda da organização, um encontro entre Afta 3000, Wugori e Lyfe, que estarão juntos pela primeira vez no festival e que vão tocar no último dia do programa.

Um filme-concerto dos Folclore Impressionista resultado de uma residência em Lamego, um concerto dos Medusa Unit, numa peça que vai interagir com o espaço, e um cruzamento entre a percussão de João Valinho e a dança de Marta Viana são outras das propostas do festival.

No ZigurFest, também vão estar Boris Chimp 504, Serpente, Don Pie Pie, coletivo vandalismo e os artistas plásticos Luís Plácido Costa e Mariana Simão.

“Acho que vai ser um momento de alguma catarse para muita gente, com a felicidade de voltarmos a estar juntos, de ver os músicos e o público em comunhão”, salientou António Silva.

Durante o festival, também estará disponível uma aplicação interativa para o Som do Espaço – iniciativa em que são convidados artistas para instalações sonoras em espaços da cidade -, em que será possível ouvir as composições, a partir de geolocalização.

O festival, que decorre em diferentes espaços da cidade como o Teatro Ribeiro Conceição, o Castelo ou a Alameda, é gratuito e conta com o apoio da Câmara Municipal de Lamego e da Direção-Geral das Artes.

 

Pode ver também

Autárquicas 2021: Debate com os candidatos ao Município de Sátão

Parte 1 Parte 2 Parte 3 Parte 4 Parte 5 Parte 6 Parte 7  

Comente este artigo