Download http://bigtheme.net/joomla Free Templates Joomla! 3
Home / Notícias / Empresa investe mais de 8 ME em Vouzela numa fábrica de quadros de bicicleta

Empresa investe mais de 8 ME em Vouzela numa fábrica de quadros de bicicleta

A Carbon Team e Vouzela, começou a fazer os primeiros quadros em carbono de bicicleta, onde a empresa investiu mais de oito milhões de euros (ME).

«O investimento inicial do projeto Carbon Team na Zona Industrial de Campia, concelho de Vouzela, foi de 8,4 milhões de euros. A construção da fábrica com cerca de 9.000 m2 teve início no final de 2019 e foi concluído no final de 2020», adianta a autarquia na mesma nota.

O comunicado refere ainda que a capacidade e produção da fábrica em questão é de cerca de «25 mil quadros de carbono por ano, um nível muito alto de automação da produção», esperando-se também que venha a empregar «120 funcionários quando se encontrar totalmente operacional ou em plena laboração».

O objetivo passa por «atingir essa capacidade até 2024 e, se necessário, expandir a nova fábrica em mais 7.000 m2», explica Emre Ozgunes, director geral da Carbon Team. «Em 2021, a Carbon Team está a desenvolver a certificação ISO 14001 e ISO 9001», acrescentou ainda.

«Estamos muito otimistas quanto ao futuro deste projeto. A Carbon Team preenche uma importante lacuna na cadeia de abastecimento na Europa e pode tornar-se um ator chave para a indústria como fornecedora de peças de fibra de carbono para bicicletas», disse ainda o responsável.

Rui Ladeira, Presidente da Câmara Municipal de Vouzela, refere que a autarquia e a Carbon Team «têm trabalhado em conjunto de forma a conseguirmos ser uma referência do que há de melhor neste sector, não só em Portugal mas também no mundo. Estamos disponíveis e comprometidos com as nossas indústrias em prol do desenvolvimento de Vouzela».

«Os investimentos que estão a ser feitos pela Câmara Municipal de Vouzela, na ampliação e infraestruturação das zonas industriais, têm e terão um forte impacto na qualidade da vida das populações, permitindo a fixação de população, nas suas diversas qualificações, mas também a criação de postos de trabalho e no desenvolvimento social e económico de Vouzela, da região e do país», conclui o autarca.

 

Pode ver também

Atribuição do nome de Almeida Henriques ao Polo Arqueológico de Viseu discutida na quinta-feira

A atribuição do nome de António Almeida Henriques ao Polo Arqueológico de Viseu (PAV), proposta …

Comente este artigo