Download http://bigtheme.net/joomla Free Templates Joomla! 3
Home / Notícias / Douro acolhe primeira edição do festival “Magos da Guitarra” em março
Ebdim7, E flat diminished seventh, E flat dim 7 b eing demonstrated on an eletric guitar.

Douro acolhe primeira edição do festival “Magos da Guitarra” em março

A primeira edição do festival de música “Magos da Guitarra” inclui oito concertos a realizar durante o mês de março, nos municípios de Carrazeda de Ansiães, Tabuaço, Torre de Moncorvo e Sabrosa, anunciou a organização.

Pensado para divulgar e dinamizar culturalmente este território de Trás-os-Montes e Alto Douro, ‘Magos da guitarra, festival’ vai trazer a esta região uma série de guitarristas que se destacam em áreas musicais tão diversificadas como fingerstyle, blues, jazz e flamenco”, explica, em comunicado, a programadora cultural De Mi Para Si.

O festival conta o apoio dos quatro municípios envolvidos.

O responsável pela programadora cultural, Rui Fernandes, acrescentou à agência Lusa que o objetivo é revelar “a dimensão do virtuosismo (capacidade técnica) dos músicos em detrimento do género musical”.

Do programa do festival faz parte a realização de oito concertos, a decorrer entre os dias 04 e 26 de março, nos municípios de Carrazeda de Ansiães e Torre de Moncorvo (distrito de Bragança), Sabrosa (Vila Real) e Tabuaço (Viseu).

Para esta primeira edição foram convidados Pedro Andrea, guitarrista espanhol que se apresentará em quarteto com um programa inteiramente dedicado aos blues, e Cláudio César Ribeiro, um guitarrista brasileiro da área do jazz, que toca regularmente com Ivan Lins e que se apresentará em quarteto.

Ainda David Silva, guitarrista de flamenco, que em trio “pouco convencional” com flauta e contrabaixo, vai apresentar trabalhos próprios desta técnica guitarrística, e, por fim, Sönke Meinen¸ que vem da Alemanha, demonstrar a sua “técnica fingerstyle”.

Rui Fernandes frisou que estes músicos representam “quatro estilos completamente diferentes”.

“A existência de ‘Magos da guitarra, festival’ é também uma resposta a verdadeiras legiões de seguidores da guitarra nas suas mais variadas tendências e manifestações que o youtube possibilitou e, de certa forma, democratizou a sua divulgação”, salientou a programadora cultural.

No comunicado é ainda explicado que se verificou, “ao longo das últimas décadas, uma verdadeira revolução na forma e expressão da guitarra em todo o mundo, que se traduz em novas sonoridades, novos géneros musicais e, até, uma reinvenção na utilização deste instrumento musical”.

O objetivo é, em próximas edições, aumentar a dimensão do festival, com mais concertos e em mais municípios.

 

Pode ver também

Autarquia de Santa Comba Dão atribui mais de 120 mil euros a associações

A Câmara de Santa Comba Dão vai apoiar este ano vinte associações com expressão concelhia …

Comente este artigo