Download http://bigtheme.net/joomla Free Templates Joomla! 3
Home / Notícias / Deputados do PSD Viseu defendem que “área social é prioridade para o país”

Deputados do PSD Viseu defendem que “área social é prioridade para o país”

Os deputados do PSD eleitos pelo Círculo Eleitoral de Viseu realizaram uma visita a três instituições do concelho de Cinfães, acompanhados pelo Presidente da Secção de Cinfães do PSD, Bruno Rocha. Bombeiros, técnicos de saúde, dirigentes de várias associações alertaram o deputado Hugo Carvalho e o deputado Hugo Maravilha para as principais preocupações e problemas verificados nas instituições sociais, que representam um desinvestimento do Estado Central.

Durante o dia dedicado ao eleitorado, um dos alertas deixados aos parlamentares foi o fraco investimento do Governo para a realização dos circuitos de transporte de doentes de Cinfães para Penafiel. De acordo com Hugo Carvalho, durante uma visita ao Quartel dos Bombeiros Voluntários de Nespereira, o Governo não está a assumir os custos que os bombeiros têm para o transporte destes doentes. “O que constatamos aqui é a existência de associações de bombeiros que assumem todo o tipo de custos para garantir um serviço precioso e necessário e depois o Estado Central não paga. Não paga a tempo e o que paga é um valor insuficiente por quilómetro”.

Segundo o parlamentar, há um agravamento mais elevado destas situações nos territórios do interior e o fraco investimento está a colocar entraves ao desenvolvimento e sustentabilidade do país. “O investimento social tem de ser uma prioridade para o país, para as cidades, dado que o nosso crescimento depende e só funciona se for inclusivo”, acrescenta.

Em reuniões na Associação de Solidariedade Social e Recreativa de Nespereira e no Centro Social e Bem-Estar de Oliveira do Douro, Hugo Maravilha disse também que “o problema social chega também a estas instituições porque não têm resposta da Segurança Social para os suportes de apoio”. “É preciso que o Estado Central acelere a capacidade de resposta à sociedade. As instituições precisam destas respostas para conseguirem ser mais eficientes, mais próximas”, frisou.

O Presidente da Secção de Cinfães aproveitou também para referir que “não se compreende como é que o Estado, que tem a responsabilidade de zelar por todas as pessoas, e pelas respetivas famílias, deixe as instituições chegar a asfixias financeiras sem motivo real para isso”.

Perante os diretores das instituições, o deputado Hugo Carvalho considerou que se está perante “uma situação em que várias instituições fazem das tripas coração para apoiar os nossos idosos e o Estado Central não lhes responde há mais de ano em relação a apoios, candidaturas, pagamentos. São respostas que as populações precisam”. 

“O envelhecimento da nossa população traz hoje grandes desafios e é necessário ter capacidade de resposta às necessidades do elevado número de pessoas que solicitam as mais variadas formas de ajuda e apoio”, afirmou o deputado social-democrata.

“Viseu precisa de muito mais. Em Viseu falta investimento e atenção do Estado Central”, referiu o cabeça de lista, desafiando o poder central “a olhar, de uma vez por todas, para o interior do país com outra atitude e com outra visão”.

 

Pode ver também

PSP de Viseu deteve suspeito de perseguir ex-companheira

A PSP de Viseu anunciou hoje a detenção de um homem, de 36 anos, suspeito …

Comente este artigo