Home / Notícias / Deputado do PSD Viseu questionou Ministra da Agricultura sobre os regadios para o distrito
Guilherme Almeida, deputado do PSD Viseu

Deputado do PSD Viseu questionou Ministra da Agricultura sobre os regadios para o distrito

O deputado do PSD pelo Círculo Eleitoral de Viseu, Guilherme Almeida, questionou, na Assembleia da República a Ministra da Agricultura sobre a construção e reabilitação dos regadios previstos no Plano Nacional de Regadios para o distrito de Viseu.

O parlamentar referiu que os efeitos das alterações climáticas e os fenómenos de seca extrema estão a provocar problemas de escassez de água durante a estação do verão. Neste âmbito, defendeu que Portugal “precisa de um sector agrícola competitivo em termos económicos e ambientais”, mas, para isso, “é necessário construir uma rede de regadios que potencie a atividade agrícola e o desenvolvimento dos territórios, tornando-os mais atrativos, geradores e promotores de riqueza”.

Guilherme Almeida recordou que o Governo lançou, em 2018, o Programa Nacional de Regadios, com financiamentos distintos e que foram reforçados, posteriormente, com verbas do Plano de Recuperação e Resiliência – PRR.

Segundo o social-democrata, o Ministério da Agricultura aprovou para o distrito de Viseu um investimento de cerca de um milhão de euros para projetos de reabilitação de regadios tradicionais “para beneficiar cerca de meio milhar de agricultores”. Projetos que, segundo o deputado, “já deveriam estar concluídos em 2022, mas que ainda não saíram do papel”.

Durante a intervenção, Guilherme Almeida defendeu ainda que “estes regadios são estratégicos para desenvolver a fileira da maçã, do vinho e do azeite, nomeadamente nos concelhos de Armamar, Lamego, Moimenta da Beira, Resende, Sernancelhe e Tarouca”.

Neste seguimento, o deputado referiu que uma pergunta escrita dirigida ao Governo em outubro de 2022 “continua sem resposta” e, por isso, solicitou novamente esclarecimentos sobre o ponto de situação dos regadios previstos, o investimento total estimado, o valor executado em cada um dos projetos e o ponto de situação dos regadios de Temilobos, em Armamar, e Boavista, em Moimenta da Beira.

Em resposta, o Secretário de Estado da Agricultura referiu que para o distrito de Viseu estão previstos 25 projetos de regadio com uma área total intervencionada 1.948 hectares e com um investimento global que totaliza 20.670 mil euros, com o objetivo de reabilitar e modernizar os regadios existentes e construir novos regadios.

Segundo este membro do Governo, para o concelho de Armamar está previsto o aproveitamento hidroagrícola do regadio de Temilobos com uma área de 475 hectares e um investimento de 275 mil euros na reabilitação da barragem de Armamar. Já no concelho de Moimenta da Beira refere que ainda está em desenvolvimento o projeto de regadio da Boavista.

 

Pode ver também

Rui Ferreira é o novo treinador do Académico de Viseu

Depois da saída de Jorge Simão para o Boavista em abril, Rui Ferreira, é agora …

Comente este artigo