Download http://bigtheme.net/joomla Free Templates Joomla! 3
Home / Notícias / Dão Primores regressa com provas de vinho e experiências gastronómicas

Dão Primores regressa com provas de vinho e experiências gastronómicas

O evento Dão Primores, em Viseu, está de regresso às provas presenciais, experiências gastronómicas, ‘workshops’ para iniciação em provas de vinho e mantém um dia reservado ao debate, este ano sobre tendências dos mercados.

“Há dois anos que não fazemos o Dão Primores presencialmente, devido à pandemia, e este ano, vamos, pela primeira vez, fazer num novo formato, ou seja, vão ser dois dias, um para debater um tema relevante e o outro mais dedicado às provas de vinho”, anunciou à agência Lusa o presidente da Comissão Vitivinícola Regional (CVR) do Dão.

Arlindo Cunha disse que depois de, em 2021, ter sido debatida a sustentabilidade da produção de vinho e da vinha, num formato presencial e ‘online’, e sem a componente das provas, este ano, a edição da Dão Primores regressa por dois dias.

“Este ano, vamos falar das tendências dos mercados dos vinhos a nível mundial e connosco estarão especialistas portugueses e não só. Também temos convidados estrangeiros. E, no segundo dia, esperamos muita gente no Solar do Vinho do Dão, para as provas”, contou.

Durante a tarde de sábado, entre as 15:00 e as 21:00, o Solar do Vinho do Dão, no Fontelo, em Viseu, acolhe o “programa mais tradicional”, ou seja, “os produtores dão a provar os vinhos da última colheita” e, este ano, marcam presença 18 produtores.

“Este ano, vamos também combinar as provas de vinho com a gastronomia. Vamos ter, igualmente, ‘workshops’, nomeadamente para quem se quer iniciar em provas de vinhos e vamos também entregar os diplomas dos melhores vinhos desta campanha”, descreveu.

Ao longo da tarde, há também “outros eventos como, por exemplo, um confronto entre vinhos”, neste caso, entre Dão e Borgonha, França, onde “dois especialistas, um português e uma francesa, João Pedro Araújo e Nathalie Carrette, vão comentar” os dois “néctares”.

O sábado é, aliás, o dia em que Arlindo Cunha disse “esperar muita gente da região e não só”, uma vez que é uma tarde “muito apelativa para quem quiser apreciar um bom vinho na companhia de um bom prato e, se o tempo ajudar, nos jardins do Solar” do Vinho do Dão.

O presidente da CVR Dão disse também esperar o secretário de Estado da Agricultura, Rui Martinho, para testemunhar a entrega dos prémios da 12.ª edição do concurso “Os melhores vinhos do Dão no produtor – colheita de 2021”.

Na sexta-feira, na aula magna do Instituto Politécnico de Viseu, a partir das 09:30, e durante o dia todo, dão a conhecer-se tendências dos mercados do vinho, os canais de distribuição e os desafios e soluções encontradas numa era pós covid-19.

Para isso, foram “convidados dos maiores especialistas, quer nacionais, quer estrangeiros, para um dia de debate mais técnico e científico sobre o setor do vinho”, que foi uma iniciativa que “funcionou muito bem durante a pandemia” e, por isso, a CVR Dão decidiu manter.

 

Pode ver também

Seca: Municípios da CIM Viseu Dão Lafões, Governo e APA reúnem para planear recursos hídricos

Com o objetivo de contextualizar a situação de seca severa que afeta o território de …

Comente este artigo