Download http://bigtheme.net/joomla Free Templates Joomla! 3
Home / Notícias / Covid-19: PSD de Viseu diz que centro hospitalar é “uma catástrofe”

Covid-19: PSD de Viseu diz que centro hospitalar é “uma catástrofe”

Os deputados do PSD eleitos pelo círculo de Viseu, após reunião com a administração do Centro Hospitalar Tondela-Viseu (CHTV), dizem que está a acontecer “uma catástrofe” nesta infraestrutura, que tem “cerca de 100 profissionais” isolados.

Isto não é apenas pressão hospitalar, é uma catástrofe! Estes números revelam que há muito que foi ultrapassado o limite máximo previsto (130 camas) no plano de contingência para internamento de doentes com covid-19″, refere um comunicado dos social-democratas.

Na nota de imprensa, onde registam os dados fornecidos pela administração hospitalar até ao final desta segunda-feira, com 206 doentes internados em enfermaria, mais 14 doentes na unidade de cuidados intensivos, num total de 220 pessoas internadas por estarem infetadas pelo vírus SARS-CoV-2.

“Estamos verdadeiramente num cenário de gestão de catástrofe, de tal forma que já foi necessário ativar o hospital de campanha, responsável e preventivamente preparado pela Câmara Municipal de Viseu (desde a 1ª vaga), por incapacidade material de resposta do Serviço Nacional de Saúde” (SNS), acrescentam.

Os deputados referem ainda a “existência de cerca de 100 profissionais de saúde em isolamento profilático, seja por infeção ou vigilância, que aumentam a sobrecarga de trabalho de todas as equipas já por si exaustas pelas horas de trabalho e pelas condições que o executam”.

Neste sentido, os deputados eleitos por Viseu, acusam o Governo de estar “a correr atrás do prejuízo” e defendem que “as respostas que estão a ser dadas não estavam previamente preparadas porque o Governo foi incapaz de antecipar o problema”.

“A contratação de pessoal, a aquisição de material e equipamento, bem como os meios logísticos, têm sido fruto da criatividade dos administradores, profissionais de saúde, proteção civil e Câmara Municipal de Viseu e não resultado de bom planeamento e decisões políticas”, sustentam.

Para os eleitos do PSD, “esta pandemia é uma guerra, se o Governo queria saúde para os portugueses tinha de se ter preparado para combater a doença” e, por isso, consideram que “o Governo falhou!”.

“Falhou porque não antecipou; falhou porque não planeou e continua a falhar porque continua a ignorar o que está a acontecer”, acusam.

A situação preocupa os deputados por entenderem que, de acordo com o evoluir dos contágios, “muito em breve, a capacidade de resposta do CHTV entra em rutura” e, por isso, dizem que “não se compreende a teimosia ideológica do Governo em não contratualizar os serviços” das duas unidades privadas de saúde com capacidade de internamento.

“Doentes não covid estão a ficar sem cuidados médicos. Cancelam-se cirurgias. Adiam-se consultas de especialidade. O número de mortos aumenta de forma assustadora. A transmissão comunitária está descontrolada.

O número de turmas em isolamento profilático, nas escolas, na nossa região está perto de uma centena”, afirma o PSD, questionando “o que será preciso que mais aconteça para que se assuma que o Governo falhou”.

 

Pode ver também

Produtores de cavacas de Resende unem-se para primeiro festival digital

A Câmara pretende com a iniciativa “dar oportunidade aos produtores de cavacas de levarem o …

Comente este artigo