Download http://bigtheme.net/joomla Free Templates Joomla! 3
Home / Notícias / Covid-19: Aumento de casos faz ativar hospital de campanha em Viseu

Covid-19: Aumento de casos faz ativar hospital de campanha em Viseu

O Centro Hospitalar Tondela-Viseu (CHTV) vai ativar o Hospital de Campanha do Fontelo, instalado num pavilhão desportivo pelo município viseense, a partir de segunda-feira, devido ao aumento de doentes com covid-19, foi hoje anunciado.

“Perante o aumento do número de infetados por covid-19 e para aliviar a pressão do Centro Hospitalar Tondela-Viseu, vai ser ativada a Estrutura de Apoio de Retaguarda (EAR) e o Hospital de Campanha”, afirma, em comunicado, a direção do Centro Hospitalar.

“As estruturas, que têm capacidade para 64 camas, vão entrar em funcionamento esta segunda-feira, dia 18 de janeiro, no Pavilhão do Fontelo, em Viseu”, especifica.

O CHTV refere ainda que a Estrutura de Apoio de Retaguarda está destinada a receber doentes infetados com o vírus Sars-CoV-2, que provoca a covid-19, sem necessidade de internamento hospitalar e utentes de estruturas residenciais de idosos que não possam cumprir isolamento nas respetivas instalações.

Este espaço, acrescenta, será gerido pelo Centro Hospitalar Tondela-Viseu, pelo Instituto de Segurança Social, pela Administração Regional de Saúde do Centro e pela Proteção Civil Distrital de Viseu.

“Já o Hospital de Campanha terá todas as condições para receber doentes infetados com Sars-CoV-2 que necessitem de internamento hospitalar. Neste caso, a gestão clínica e o tratamento dos doentes ficam sob a responsabilidade das equipas médicas, de enfermagem, técnicas e auxiliares do CHTV”, adianta.

A estrutura no Pavilhão Municipal do Fontela, que foi montada durante a primeira vaga da pandemia, pela Câmara Municipal de Viseu, e “64 camas articuladas, que foram cedidas pelo Hospital de São Teotónio”, é um espaço o devidamente climatizado e com sistema de oxigénio.

A autarquia viseense colocou à disposição dos 24 concelhos do distrito, em novembro do ano passado, na sequência de um despacho do Governo, de 06 de novembro, que visava a criação em cada um dos distritos de uma estrutura de apoio de retaguarda.

 

Pode ver também

Lápide de guerreiro com dois mil anos foi descoberta em Viseu

Um achado arqueológico de “grande valor histórico”, com mais de dois mil anos, foi encontrado …

Comente este artigo