Download http://bigtheme.net/joomla Free Templates Joomla! 3
Home / Notícias / Covid-19: Aumento de casos faz ativar hospital de campanha em Viseu

Covid-19: Aumento de casos faz ativar hospital de campanha em Viseu

O Centro Hospitalar Tondela-Viseu (CHTV) vai ativar o Hospital de Campanha do Fontelo, instalado num pavilhão desportivo pelo município viseense, a partir de segunda-feira, devido ao aumento de doentes com covid-19, foi hoje anunciado.

“Perante o aumento do número de infetados por covid-19 e para aliviar a pressão do Centro Hospitalar Tondela-Viseu, vai ser ativada a Estrutura de Apoio de Retaguarda (EAR) e o Hospital de Campanha”, afirma, em comunicado, a direção do Centro Hospitalar.

“As estruturas, que têm capacidade para 64 camas, vão entrar em funcionamento esta segunda-feira, dia 18 de janeiro, no Pavilhão do Fontelo, em Viseu”, especifica.

O CHTV refere ainda que a Estrutura de Apoio de Retaguarda está destinada a receber doentes infetados com o vírus Sars-CoV-2, que provoca a covid-19, sem necessidade de internamento hospitalar e utentes de estruturas residenciais de idosos que não possam cumprir isolamento nas respetivas instalações.

Este espaço, acrescenta, será gerido pelo Centro Hospitalar Tondela-Viseu, pelo Instituto de Segurança Social, pela Administração Regional de Saúde do Centro e pela Proteção Civil Distrital de Viseu.

“Já o Hospital de Campanha terá todas as condições para receber doentes infetados com Sars-CoV-2 que necessitem de internamento hospitalar. Neste caso, a gestão clínica e o tratamento dos doentes ficam sob a responsabilidade das equipas médicas, de enfermagem, técnicas e auxiliares do CHTV”, adianta.

A estrutura no Pavilhão Municipal do Fontela, que foi montada durante a primeira vaga da pandemia, pela Câmara Municipal de Viseu, e “64 camas articuladas, que foram cedidas pelo Hospital de São Teotónio”, é um espaço o devidamente climatizado e com sistema de oxigénio.

A autarquia viseense colocou à disposição dos 24 concelhos do distrito, em novembro do ano passado, na sequência de um despacho do Governo, de 06 de novembro, que visava a criação em cada um dos distritos de uma estrutura de apoio de retaguarda.

 

Pode ver também

Três estreias e dois adiamentos no Teatro Viriato devido à covid-19

Três espetáculos estreiam-se no Teatro Viriato, de Viseu, até ao final de março, apesar das …

Comente este artigo