Download http://bigtheme.net/joomla Free Templates Joomla! 3
Home / Notícias / Côta: Inaugurado o Destacamento dos Bombeiros Voluntários de Viseu

Côta: Inaugurado o Destacamento dos Bombeiros Voluntários de Viseu

Na tarde desta passada quinta-feira, 1 de julho, foi inaugurado em Nogueira de Côta o destacamento dos Bombeiros Voluntários de Viseu, uma nova valência que numa fase inicial irá estar instalada na Casa de São João, tendo como objetivo estar mais perto da população do norte do concelho de Viseu e atuar de uma forma mais rápida e eficaz, no sentido da prevenção e salvaguarda da mancha florestal em caso de emergência, onde não se irá restringir somente ao concelho de Viseu, como, caso seja necessário atuar em áreas de concelhos vizinho, como, Vila Nova de Paiva, Castro Daire e Sátão.

Um projeto piloto ambicioso que coloca no terreno, um veículo de combate aos incêndios e 5 elementos (bombeiros) em permanência, durante o período crítico do verão, mas que também, futuramente, pretende ver em funcionamento este destacamento durante todo o ano, nomeadamente com a colocação de uma ambulância e assim prestar outros serviços de socorro à população.

Na reportagem efetuada pela Alive FM, vamos ouvir o essencial dos discursos efetuados pelos seus intervenientes, sendo assim, Joaquim Polónio, Presidente da Junta de Freguesia de Côta, referiu a importância deste destacamento para a sua Freguesia, dizendo “A partir de hoje Côta fica mais segura…”

Rui Leitão, Comandante dos Bombeiros Voluntários de Viseu, ao falar deste Destacamento, referiu as vantagens da operacionalidade dos seus Bombeiros, no exercício das suas funções, na defesa da população e seus bens, tanto de Côta, como de freguesias de concelhos vizinhos.

Conceição Azevedo, Presidente do Município de Viseu, falou da criação deste projeto piloto e das vantagens que o mesmo irá trazer à população, no sentido de garantir a segurança de todos.

 

Pode ver também

Tabuaço: freguesia de Paradela e Granjinha perdeu mais de 40% da população em 10 anos

Paradela e Granjinha, no concelho de Tabuaço e distrito de Viseu, perdeu 45% da sua …

Comente este artigo