Download http://bigtheme.net/joomla Free Templates Joomla! 3
Home / Notícias / Comunidade Intermunicipal Viseu Dão Lafões promove literacia financeira a alunos

Comunidade Intermunicipal Viseu Dão Lafões promove literacia financeira a alunos

Mais de 3.200 alunos, do terceiro ao sexto ano de escolaridade, de 170 turmas da Comunidade Intermunicipal (CIM) Viseu Dão Lafões vão aprender sobre dinheiro e consumo, no âmbito de um projeto de promoção de literacia financeira.

“A CIM Viseu Dão Lafões promove, no seu território, o projeto de literacia financeira “No Poupar Está o Ganho”. Esta iniciativa contempla 170 turmas, 170 docentes (entre professores das turmas e professores interlocutores do projeto), abrangendo um total de 3.240 alunos do 3º ao 6º ano de escolaridade”, anunciou hoje, numa nota de imprensa, aquela entidade.

O projeto desenvolvido pela CIM Viseu Dão Lafões, que abrange os 14 municípios que a integram, é “desenvolvido pedagogicamente pela Fundação Dr. António Cupertino de Miranda e irá decorrer ao longo de todo o ano letivo (2021/2022)”.

Segundo os responsáveis, a CIM Viseu Dão Lafões, o programa “No Poupar Está o Ganho” tem “como objetivo promover a literacia em temas como a poupança, o consumo responsável, a gestão e importância do dinheiro”.

“A CIM entende a educação como o pilar estrutural de qualquer sociedade e, consequentemente, como motor responsável pela evolução e transformação dos territórios. Nesse sentido, ao longo dos últimos anos”, tem promovido “um conjunto de projetos que se afirmaram enquanto mais-valia pedagógica”, afirma o secretário executivo da CIM Viseu Dão Lafões.

Nuno Martinho lembra a aposta em “temas diversos como a literacia ambiental, a robótica ou as ciências experimentais” e, agora, a literacia financeira, que, no seu entender, “quando trabalhada desde tenra idade, em ambiente escolar, pode marcar decisivamente o futuro dos jovens”.

Ao longo do ano letivo, está programado “um vasto conjunto de atividades que pretendem capacitar crianças e jovens para assumirem comportamentos financeiros responsáveis”.

“O programa inclui o acesso a uma plataforma virtual com materiais didáticos, planos de aula, vídeos, exercícios, jogos e desafios para os alunos e ainda uma visita online ao Museu do Papel Moeda, da Fundação Dr. António Cupertino de Miranda. Havendo, ainda, lugar para diversas sessões de formação dedicadas aos professores e interlocutores”, detalha a nota de imprensa.

 

Pode ver também

Padre de Viseu vai ser julgado por tentativa de coação sexual e aliciamento de menor

O padre Luís Miguel Costa vai ser julgado por tentativa de coação sexual e aliciamento …

Comente este artigo