Home / Notícias / CIM Viseu Dão Lafões integra programa europeu para desenvolvimento sustentável

CIM Viseu Dão Lafões integra programa europeu para desenvolvimento sustentável

A Comunidade Intermunicipal (CIM) Viseu Dão Lafões passa a integrar um programa europeu, juntamente com outras oito regiões e cidades europeias, para a aprendizagem e promoção do desenvolvimento urbano sustentável, foi hoje anunciado.

“A candidatura da CIM Viseu Dão Lafões foi recentemente aprovada pelo Comité de Monitorização URBACT IV, que aprovou um total de 30 novas redes de planeamento de ação deste programa, as quais envolvem 28 países europeus”, refere um comunicado daquela entidade, hoje divulgado.

A CIM Viseu Dão Lafões adianta que estas redes aprovadas pelo comité “estão alinhadas com a política de coesão da União Europeia” e vão permitir “partilha de experiências entre nove cidades e regiões” europeias.

A Comunidade Intermunicipal Viseu Dão Lafões passa a integrar a rede “Econnecting: Decisões Cívicas Verdes para Territórios de Proximidade”, que tem como objetivo “desenvolver estratégias de proximidade para as zonas funcionais urbano-rurais, através da criação de laços sociais fortes e da participação dos cidadãos”.  

O secretário executivo da CIM Viseu Dão Lafões esclarece que “a iniciativa é muito focada na troca de experiências” e, por isso, defende que haverá “oportunidade de aprender com os restantes parceiros”.

“E, certamente, partilhar também com eles os nossos conhecimentos. Será, seguramente, muito enriquecedor para todas as partes”, considera Nuno Martinho, mostrandos-se “particularmente agradado” com a rede que a CIM agora faz parte.

No seu entender, a ‘Econnecting: Decisões Cívicas Verdes para Territórios de Proximidade’ procura “definir novas estratégias de proximidade entre o mundo rural e o mundo urbano”.

“O objetivo é reconciliar as áreas urbanas com o desenvolvimento mais sustentável e o bem-estar das populações, reforçando as ligações e a participação dos cidadãos, um tema que nos diz muito”, acrescenta.

Esta rede, que envolve nove cidades ou regiões europeias de países diferentes, “será apenas a primeira rede e que em breve a CIM estará envolvida em outros projetos do URBACT”, sublinha.

Os envolvidos “irão procurar criar territórios de proximidade baseados em conceitos como comunidades verdes, mobilidade sustentável e humanizada, acessibilidade, cidades inteligentes e desenvolvimento integrado sustentável”. 

Liderada pela Comunidade da Romagna Faentina, de Itália, a ‘Econnecting’ integra ainda cidades e regiões da Eslovénia, Espanha, Estónia, Grécia, Hungria, Irlanda e Montenegro.  

“De junho de 2023 a dezembro de 2025, os nove parceiros irão partilhar experiências, realizar visitas e encontros, aprender uns com os outros, reforçar as suas competências e desenvolver planos de ação integrados para enfrentar os vários desafios”, especifica.

Lusa

 

Pode ver também

Livro de Alberto Almeida recorda “Lamego na Construção de Abril”

O Município de Lamego continua a apoiar ativamente todas as manifestações culturais existentes no concelho, através, …

Comente este artigo