Download http://bigtheme.net/joomla Free Templates Joomla! 3
Home / Notícias / CIM Douro cria passaporte para promover turisticamente diversidade dos 19 concelhos

CIM Douro cria passaporte para promover turisticamente diversidade dos 19 concelhos

Os visitantes podem obter nas lojas interativas de turismo dos 19 municípios o Passaporte Douro e iniciar a “viagem à descoberta” de 76 pontos de interesse nesta área geográfica.

A Comunidade Intermunicipal do Douro (CIM Douro) criou o Passaporte Douro para promover turisticamente os 19 concelhos que a compõem e mostrar um território “que se destaca pela sua diversidade”, disse esta quinta-feira à Lusa o vice-presidente.

“Este é um trabalho em comunidade e um esforço que a CIM Douro fez para olhar para um território que já por si é atrativo, o Douro, e dar-lhe algo mais, algo maior, que é a quase obrigatoriedade de conhecer território a território esta região“, destacou o vice-presidente da CIM Douro, Nuno Gonçalves.

O também presidente da Câmara de Torre de Moncorvo lembrou que, com um total de 19 municípios distribuídos pelos distritos de Bragança, Vila Real, Guarda e Viseu, a CIM Douro permite dar uma “diversidade” de oferta turística.

“Há várias oportunidades para visitar não só o Douro Vinhateiro, mas também locais conhecidos pela amêndoa, castanha, espumante ou azeite. O que nos une é este rio, que apesar de separar margens une-nos enquanto património”, sublinhou, reforçando a “oportunidade de conhecer também o património arquitetónico, histórico, gastronómico que é de qualidade excecional”.

O Passaporte Douro, que terá o slogan “Descubra e viva uma experiência única!”, foi esta quinta-feira apresentado no Museu do Douro, no Peso da Régua, cerimónia que contou com a presença do presidente do Instituto dos Vinhos do Douro e Porto (IVDP), Gilberto Igrejas, e o presidente do Turismo do Porto e Norte de Portugal, Luís Pedro Martins, parceiros do projeto.

Os visitantes podem obter nas lojas interativas de turismo dos 19 municípios o Passaporte Douro e iniciar a “viagem à descoberta” de 76 pontos de interesse nesta área geográfica de mais de quatro mil quilómetros quadrados que é a CIM Douro, explicou o organismo em comunicado.

À passagem por cada um dos pontos de interesse, o turista carimba o Passaporte e quando completar a sua viagem pelo território da CIM Douro receberá um certificado de excelência e uma oferta exclusiva do Instituto do Vinho do Douro e Porto. Para auxiliar os visitantes, está disponível uma aplicação que contém vídeos promocionais dos pontos de interesse indicados por cada município”, pode ler-se.

Nuno Gonçalves salientou ainda que este projeto é “uma afirmação da região no seu todo” e uma “tentativa de captar um fluxo turístico que se inverteu” desde o litoral para o interior e que “já procura a marca Douro”.

Nós não queremos o turista de massas. Quem vem, vem para conhecer a região, os seus produtos endógenos e depois vai fazer o passa-palavra”, frisou.

Da CIM Douro fazem parte os concelhos de Alijó, Armamar, Carrazeda de Ansiães, Freixo de Espada à Cinta, Lamego, Mesão Frio, Moimenta da Beira, Murça, Penedono, Peso da Régua, Sabrosa, Santa Marta de Penaguião, São João da Pesqueira, Sernancelhe, Tabuaço, Tarouca, Torre de Moncorvo, Vila Nova de Foz Coa e Vila Real.

 

Pode ver também

Autárquicas 2021: Patrícia Gaspar esteve em Vila Nova de Paiva

Na tarde desta quinta-feira, 23 de setembro, a dois dias de terminar a campanha eleitoral …

Comente este artigo