Download http://bigtheme.net/joomla Free Templates Joomla! 3
Home / Notícias / Censos 2021: Viseu e Sernancelhe aumentaram população num distrito que perdeu mais de 26 mil pessoas

Censos 2021: Viseu e Sernancelhe aumentaram população num distrito que perdeu mais de 26 mil pessoas

Os concelhos de Viseu e de Sernancelhe conseguiram aumentar a sua população nos últimos dez anos, num distrito que perdeu 26.361 residentes, segundo os resultados dos Censos 2021.

De acordo com os dados do Instituto Nacional de Estatística (INE), dos 24 concelhos do distrito de Viseu, que estão distribuídos por quatro Comunidades Intermunicipais (CIM), apenas dois não perderam população: Sernancelhe, na região do Douro, e a capital de distrito, na região Viseu Dão Lafões.

A taxa de variação da população residente nos dois concelhos em 2011 e 2021 mostra que, em Sernancelhe, o aumento foi de 0,37%, ou seja, 21 pessoas (passou de 5.671 para 5.692).

Já em Viseu, o aumento foi de 0,28%, tendo os residentes passado de 99.274 para 99.551 (mais 277 pessoas).

O concelho de Tabuaço, também na região do Douro, foi aquele que registou maior perda populacional nesta década, de 20,72% (1.316 pessoas). Em 2011, este concelho do norte do distrito de Viseu tinha 6.350 residentes, que baixaram para 5.034 em 2021.

Os resultados hoje conhecidos confirmaram a tendência revelada no ano passado, aquando a divulgação dos dados preliminares dos Censos 2021.

No total dos 24 concelhos, o distrito perdeu 26.361 pessoas, recuando de 377.653 para 351.292 em dez anos.

O município menos populoso continua a ser o de Penedono, igualmente na região do Douro. As 2.952 pessoas que viviam neste concelho em 2011 diminuíram para 2.738 em 2021, o que representa um decréscimo de 7,25%.

Ainda na região do Douro, o concelho de São João da Pesqueira está entre aqueles que registou maior perda de população (13,96%). Outros aproximaram-se dos 10%, como Armamar (9,83%), Lamego (8,91%), Tarouca (8,51%) e Moimenta da Beira (7,85%).

Nos dois concelhos que integram a CIM do Tâmega e Sousa, nomeadamente Cinfães e Resende, a perda de população foi de 13,20% e 11,55%, respetivamente.

No concelho de Mortágua, que integra a CIM Região de Coimbra, a população também diminuiu, mas menos, baixando 6,7%.

De acordo com os resultados definitivos do Censos 2021, Portugal perdeu 2,1% da população entre 2011 e 2021, invertendo a tendência de crescimento registada nas últimas décadas.

“Residiam em Portugal, à data do momento censitário, dia 19 de abril de 2021, 10.343.066 pessoas (4.920.220 homens e 5.422.846 mulheres), o que representa um decréscimo de 2,1% face a 2011”, adiantou o INE.

De acordo com o INE, essa redução constitui uma inversão na tendência de crescimento da população que se verificou nas últimas décadas e representa a “segunda quebra populacional registada desde 1864, ano em que se realizou o I Recenseamento Geral da População”.

 

Pode ver também

Lamego. Parque Biológico prepara “Natal na Floresta”

O espírito natalício já envolve o Parque Biológico da Serra das Meadas, em Lamego, e …

Comente este artigo