Download http://bigtheme.net/joomla Free Templates Joomla! 3
Home / Notícias / Câmara de Tondela candidata Louça Preta de Molelos ao Inventário Nacional de Património Imaterial

Câmara de Tondela candidata Louça Preta de Molelos ao Inventário Nacional de Património Imaterial

A Câmara Municipal de Tondela vai apresentar na tarde desta sexta-feira (21 de abril) a candidatura da Louça Preta de Molelos ao Inventário Nacional de Património Imaterial.

A apresentação vai ser feita no decorrer das celebrações do quinto aniversário da Associação Portuguesa de Cidades e Vilas de Cerâmica, que este ano se realizam em Tondela.

Esta data festiva vai ser comemorada com várias iniciativas. O programa inicia-se com a realização de uma Assembleia Geral da associação, no Mercado Velho de Tondela. Segue-se, pelas 12h15, uma sessão solene evocativa do quinto aniversário, a decorrer no Salão Nobre dos Paços do concelho.

Na cerimónia, a APTCVC irá atribuir, pela primeira vez, quatro distinções hono-ríficas. Serão atribuídas medalhas de Cerâmica ao Mestre Manuel Cargaleiro e à ceramista Rosa Ramalho (a título póstumo). Ao técnico e investigador natural de Tondela Hélder Abraços e à empresa CS Coelho da Silva, SA serão entre-gues Menções Honrosas.

Após estas distinções seguir-se-á um almoço convívio nas Raposeiras, em Molelos.

Para as 15h30, ainda no Espaço da Soenga/Raposeiras, está agendada a apresentação da candidatura da Louça Preta de Molelos ao Inventário Nacional de Património Imaterial. Depois, pelas 16h00, realizar-se-á uma visita às olarias do barro negro. O programa festivo encerra, às 17h00, com uma merenda.

A Câmara de Tondela foi um dos 14 fundadores da APTCVC, organização que foi criada em 2018 e à qual se juntaram mais tarde oito autarquias. Todas as câmaras associadas têm uma forte ancestralidade e tradição cerâmica.

A associação foi constituída com o objetivo de promover e incentivar o desenvolvimento económico, turístico e patrimonial dos territórios com forte expressão de cerâmica, contribuindo para o reforço da identidade cultural e preservação da memória coletiva.

 

Pode ver também

Trabalhadores da SUCH do Hospiatal de Viseu começaram hoje uma greve de quatro dias

Os trabalhadores da SUCH (Serviço de Recolha e Tratamento de Resíduos Hospitalares), do Hospital de …

Comente este artigo