Download http://bigtheme.net/joomla Free Templates Joomla! 3
Home / Notícias / Câmara de Tabuaço terá ficado prejudicada em 300 mil euros em obras subsidiadas
Carlos Carvalho presidente da CM de Tabuaço

Câmara de Tabuaço terá ficado prejudicada em 300 mil euros em obras subsidiadas

A Câmara de Tabuaço informou que terá ficado prejudicada em perto de 300 mil euros em empreitadas de obras públicas subsidiadas, “mas que foram realizadas em desconformidade” com o projeto.

Em comunicado, o município refere que, na terça-feira, foi notificado, como lesado, da acusação deduzida no âmbito de um inquérito Departamento de Instrução e Ação Penal (DIAP) de Coimbra.

Neste processo, estão em causa “crimes de corrupção passiva e ativa para ato ilícito, agravados, de fraude na obtenção de subsídio, de prevaricação de titular de cargo político e de falsificação de documentos, consubstanciados no recebimento de vantagens pessoais”.

Estes crimes terão ocorrido “num contexto de empreitadas de obras públicas subsidiadas, mas que foram realizadas em desconformidade com o respectivo projeto”, acrescenta.

Segundo a autarquia, na acusação deduzida, o Ministério Público “entende que se encontra suficientemente indiciado um prejuízo” de 295.508,26 euros para o município.

“Os factos que a acusação qualifica como criminalmente ilícitos referem-se ao mandato autárquico decorrido entre 2009 e 2013”, quando o executivo era presidido por João Ribeiro (PS).

Atendendo aos “factos constantes da acusação” e à notificação que recebeu, o município – que atualmente é presidido Carlos Carvalho (PSD/CDS-PP), reeleito em setembro para o terceiro mandato – garante que “irá intervir no processo nos termos em que a lei lho permite, a fim de assegurar a defesa do interesse público municipal”.

 

Pode ver também

Covid-19: Tondela com três jogadores infetados além do treinador Pako Ayestarán

Três jogadores do Tondela testaram positivo ao vírus SARS-CoV-2, depois de ter sido anunciado pelo …

Comente este artigo