Download http://bigtheme.net/joomla Free Templates Joomla! 3
Home / Notícias / Câmara de Sátão rejeitou transferência de competências na área da educação
Paulo Santos presidente Câmara de Sátão

Câmara de Sátão rejeitou transferência de competências na área da educação

A câmara e Assembleia Municipal de Sátão rejeitaram a transferência de competências do Governo na área da educação.

Uma das principais razões da rejeição passou por, segundo o autarca de Sátão, Paulo Santos, o município ficar com a responsabilidade da manutenção e conservação dos edifícios escolares.

O autarca de Sátão deu como exemplo as obras que ainda são necessárias nas coberturas dos edifícios da escola secundária e de Ferreira de Aves, que em parte ainda são em amianto, a substituição iria custar vários milhares de euros aos cofres da autarquia.

O número de assistentes operacionais que trabalham no Agrupamento de Escolas de Sátão não coincidem, a lista de funcionários do Agrupamento diverge da lista do Ministério da Educação.

O valor transferido do Governo para a câmara, salienta o autarca de Sátão, não é suficiente para cobrir os encargos com os funcionários do Agrupamento de Escolas.

O autarca Paulo Santos, refere no entanto que o processo de transferência de competências do Governo para as câmaras ainda está em fase de negociação, caso os valores sejam alterados, a posição do município pode vir a ser alterada.

A câmara de Sátão aprovou a transferência da rede de transportes escolares para a comunidade Intermunicipal (CIM).

Transferências na área da educação do Governo para a câmara foram rejeitadas pelo município de Sátão e Assembleia Municipal.

 

Pode ver também

Penalva do Castelo com 4 casos ativos da Covid-19

O concelho de Penalva do Castelo registou ontem, dois novos casos que testaram positivo à …

Comente este artigo