Download http://bigtheme.net/joomla Free Templates Joomla! 3
Home / Notícias / Câmara de Resende com orçamento de mais de 16,5 ME para 2022

Câmara de Resende com orçamento de mais de 16,5 ME para 2022

A Câmara de Resende aprovou um orçamento de mais de 16,5 milhões de euros (ME) para 2022, segundo a autarquia o documento destaca as áreas social, do ambiente, da educação e da economia.

“As Grandes Opções do Plano e Orçamento do Município de Resende para 2022 foram elaboradas numa perspetiva que levou em conta a incerteza que o estado pandémico atual determina e condiciona o planeamento financeiro”, justifica o executivo municipal.

Segundo uma nota publicada na página oficial da Câmara Municipal de Resende, o orçamento, também já aprovado pela Assembleia Municipal, tem “um valor global definido de 16.5 ME”.

Este montante “permite a concretização das linhas de desenvolvimento estratégico para o Município de Resende, que foram elaboradas tendo em consideração a conjuntura internacional e nacional”, defende o executivo, liderado pelo socialista Garcez Trindade.

O documento tem em conta “o conhecimento das potencialidades, dos constrangimentos e da missão do município, sendo que na sua execução a instituição continuará a pautar a sua atuação por elevados níveis de exigência e qualidade, e rigor na gestão dos recursos públicos”, acrescenta.

“Cientes destas realidades, decidiu-se dar continuidade aos princípios que orientaram o executivo nos últimos anos, (…) continuando a executar, entre outras coisas, a ampliação das redes de infraestruturas básicas e telecomunicações”, refere o documento.

A “manutenção, melhoramento e redução dos constrangimentos das vias rodoviárias; o apoio à habitação; a defesa do ambiente; a gestão urbanística; a defesa e proteção da floresta, a gestão de resíduos e a proteção dos animais”, fazem igualmente parte das prioridades da Câmara.

Assim como, as “áreas importantíssimas da educação, saúde e ação social; a agricultura; a proteção civil; a transição digital e ambiental e o apoio ao comércio, às empresas e à indústria”.

Garcez Trindade, autarca de Resende, assegura que a autarquia “continuará o alinhamento estratégico ao Portugal 2020, a preparação e participação no Portugal 2030 e no aproveitamento do Plano de Recuperação e Resiliência (PRR).

Os “três principais objetivos a concretizar” pelo município, entre as “grandes obras” financiadas, são a “reconversão do Balneário das Termas de Caldas de Aregos em Estância Termal do Douro” e “a ligação de Baião à Ponte da Ermida, obra inscrita no PRR e já com dotação financeira do projeto de execução atribuída e já publicada” em Diário de República.

A terceira obra é a “reconversão e adaptação do Seminário Menor de Resende em lar residencial e Centro de Atividades Ocupacionais (CAO), para pessoas portadoras de deficiência, em parceria com a Associação Portuguesa e Pais e Amigos do Cidadão Deficiente Mental (APPACDM) de Viseu e a Diocese de Lamego”.

A Câmara também continuará obras como as relacionadas com os planos de ação de regeneração urbana (PARU) de Resende e de Caldas de Aregos, do plano de ação de mobilidade urbana sustentável (PAMUS) de Caldas de Aregos e dos centros Interpretativo do Barro Negro e de Recolha Oficial de Animais de Companhia.

O Município de Resende, situado junto ao Douro, a norte do distrito de Viseu, integra a Comunidade Intermunicipal (CIM) Tâmega e Sousa e a Associação de Municípios do Douro e Tâmega (AMTS), entidades com as quais trabalha em candidaturas para a obtenção de apoios.

A Câmara de Resende aprovou para 2021 um orçamento global de cerca de 17 milhões e 454 mil euros, mais cerca de 800 mil euros do que para 2022.

 

Pode ver também

Câmara de Sátão promove combate à Vespa das Galhas do Castanheiro

O município de Sátão realizou 6 largadas do parasitoide Torymus sinensis, para combate à Vespa …

Comente este artigo