Download http://bigtheme.net/joomla Free Templates Joomla! 3
Home / Notícias / Câmara de Mangualde cria grupo de “Apoio Emocional” para famílias de crianças com necessidades especiais

Câmara de Mangualde cria grupo de “Apoio Emocional” para famílias de crianças com necessidades especiais

O projeto, gratuito, foi pensado para apoiar famílias de crianças com necessidades especiais, ajudando na sua educação, participando ao máximo na sua vida, promovendo a sua plena inclusão.

Este projeto foi iniciado pela Associação Pais em Rede, em fase experimental em 2010 e entre 2011 e 2014 implementou-se em 14 distritos, com apoio e financiamento do Alto Comissariado para a Saúde e da Fundação Calouste Gulbenkian e parceria do ISPA — Instituto Universitário e de outras Universidades.

A participação dos pais inicia-se no Nível 1 — Grupos de Apoio Emocional (GAE). É um grupo de troca de experiências e vivências, onde se aprende a gerir as emoções. Neste Nível I, pode participar apenas um elemento da família para que fiquem assegurados valores como a Confidencialidade, o Compromisso, o Respeito, a Partilha.

Projeto Oficinas de pais: Núcleo de Pais-em-Rede-Mangualde
O núcleo da Pais-em-Rede, em Mangualde, promove um Grupo de Apoio Emocional (Nível I das Oficinas de Pais), que se vai realizar, pela 1.ª vez, ‘on-line’. Este grupo dirige-se, fundamentalmente, a pais dos concelhos de Mangualde, Nelas, Viseu, Penalva do Castelo, Sátão, Fornos de Algodres, Celorico da Beira, Guarda e concelhos limítrofes, para que, quando terminar a pandemia, estes pais possam partilhar ao vivo as suas experiências.

Esta edição é específica para pais de crianças até aos 10 anos. Este 1.º grupo irá funcionar com um número entre 10 a 15 pais e será orientado por uma psicóloga que será a facilitadora. Haverá 9 sessões de 2h cada. Decorrerão ao sábado, em horário a definir com os participantes, nos seguintes dias:

 

Pode ver também

Aguiar da Beira: Natal com o Comércio Local

Habilite-se ao sorteio de 20.000 Euros em prémios: Por cada compra efetuada nos estabelecimentos do …

Comente este artigo