Home / Notícias / Câmara de Lamego com saldo de gerência de mais de 2,3 milhões de euros em 2022

Câmara de Lamego com saldo de gerência de mais de 2,3 milhões de euros em 2022

A execução orçamental da Câmara de Lamego atingiu, no ano passado, 31,6 milhões de euros na receita e 29,2 milhões na despesa, apresentando um saldo de gerência de 2.337.696 euros, informou a autarquia.

O relatório e as contas de gerência referentes a 2022 foram aprovados na Assembleia Municipal realizada na quarta-feira.

Para o presidente da Câmara de Lamego, Francisco Lopes, “o relatório de atividades e as contas revelam o trabalho profícuo e o esforço dos serviços municipais em responder às expectativas” dos munícipes.

“É de salientar a integração de novos equipamentos e serviços na área da educação, decorrentes da transferência de competências do Estado e da qual se faz um balanço globalmente positivo, e a elaboração de diversos projetos a candidatar ao PRR [Plano de Recuperação e Resiliência] e ao Portugal 2030 e vários concursos de empreitada”, como a residência de estudantes do ensino superior, frisou.

Francisco Lopes sublinhou também “o esforço de recuperação e requalificação levado a cabo em vários edifícios e equipamentos municipais que careciam de intervenções urgentes e a conclusão dos concursos de regularização do pessoal dos centros escolares e a natural integração dos funcionários provenientes do Ministério da Educação”.

Para o desempenho do município, contribuiu a subida do ativo em cerca de 5,6 milhões de euros (para 127 milhões) e a redução do passivo para 35,6 milhões.

De acordo com o relatório e as contas de gerência de 2022, “o património líquido aumentou cerca de 6,4 milhões de euros, para 91,6 milhões de euros, os rendimentos operacionais subiram 4,25 milhões de euros e a dívida a médio e longo prazo desceu cerca de 5%, para 22.725.493,61 euros”.

A margem de endividamento do município é de 7,4 milhões de euros, dos quais pode utilizar 20% (1,5 milhões de euros).

“Seguindo os critérios mais exigentes de equilíbrio e rigor na gestão das contas municipais, continuamos empenhados em lançar novos projetos e melhorar a qualidade do serviço público que prestamos aos lamecenses”, garantiu Francisco Lopes.

No âmbito do processo de transferência de diversas competências do Governo para os municípios, a Assembleia Municipal de Lamego aprovou ainda, por maioria, a transferência de competências na área da saúde.

Lusa

 

Pode ver também

Em Penalva do Castelo bebé faleceu em creche da Santa Casa da Misericórdia 

Esta segunda-feira, 15 de abril, uma menina de três meses faleceu em Penalva do Castelo, …

Comente este artigo