Download http://bigtheme.net/joomla Free Templates Joomla! 3
Home / Notícias / BE: falta de investimento prejudica utentes do Hospital de Viseu

BE: falta de investimento prejudica utentes do Hospital de Viseu

O Bloco de Esquerda considerou hoje que a falta de investimento no Centro Hospitalar Tondela Viseu prejudica utentes, nomeadamente os doentes transplantados por insuficiência renal e pacientes com esclerose múltipla.

“Mais uma vez, assistimos a utentes lesados do Centro Hospitalar Tondela Viseu por uma constante falta de interesse num serviço que deveria ser tomado como de especial importância”, refere um comunicado enviado pelo partido.

O documento refere que, no distrito de Viseu, “doentes transplantados por insuficiência renal e pacientes com esclerose múltipla não podem ter acompanhamento no próprio centro hospitalar” da região onde habitam.

Ou seja, “estas pessoas, além das consequências da própria doença, enfrentaram e enfrentam uma realidade difícil que o centro hospitalar tem responsabilidade de minimizar”.

“Devido à antiguidade do equipamento existente no centro hospitalar, também quem necessita de realizar mamografias (cerca de 300 utentes por mês) tem desde há um ano vindo a ser encaminhado para outros hospitais da região ou mesmo unidades de saúde privadas”, indica o documento, que refere que “foi alugado um outro mamógrafo, mas que não permite realizar todos os exames”.

O BE considera que “há muito tempo que as regiões do interior, e, em específico, utentes abrangidos por este centro hospitalar, suas respetivas extensões e centros de saúde, se veem confrontadas com uma contínua falta de interesse na escassez de recursos humanos e materiais e necessidade de investimento”.

“É impensável que se obriguem pacientes com doenças crónicas e redutoras de mobilidade a deslocarem-se a Coimbra de forma a obterem o tratamento que necessitam apenas com a razão de se evitarem despesas”, defende o documento.

Neste sentido, “qualquer uma destas condições de saúde implica um conjunto de cuidados e obrigações que são redobrados mediante esta obrigação, pondo em causa o acompanhamento e tratamento destas pessoas”.

 

Pode ver também

COVID-19: Sernancelhe – 2 Turmas em isolamento

Segundo informações do Município de Sernancelhe, na manhã desta segunda-feira, 19 de outubro, devido a …

Comente este artigo