Download http://bigtheme.net/joomla Free Templates Joomla! 3
Home / Notícias / Autárquicas: Socialista João Azevedo quer Viseu “líder do investimento europeu”

Autárquicas: Socialista João Azevedo quer Viseu “líder do investimento europeu”

O líder do PS e primeiro-ministro, António Costa, no discurso de apresentação da candidatura de João Azevedo à Câmara de Viseu, António Costa disse que o Governo não pode esquecer as suas responsabilidades “nos investimentos que são necessários fazer em infraestruturas”.

No Plano de Recuperação e Resiliência, está previsto melhorar a ligação ao Parque Industrial do Mundão (Viseu)”, troço da EN 229, justificou o primeiro-ministro, com a necessidade de melhorar as acessibilidades para atrair mais empresas para o concelho.

A intervenção na ferrovia da Beira Alta é hoje uma realidade, realçou o Secretário Geral do PS, António Costa diz que, esta obra é fundamental para “desenvolver a economia da terra com o objetivo de atrair, fixar empresas, emprego e população com mais e melhor emprego”

E para promover o desenvolvimento não só no concelho de Viseu, mas em todo o distrito, António Costa diz que, nos próximos quatro anos é importante ter à frente das autarquias locais “homens e mulheres com ânimo e energia” e na capital do distrito, João Azevedo é o homem certo para gerir os destinos da câmara de Viseu, salientou o Secretário Geral do PS.

O candidato do PS à Câmara de Viseu, João Azevedo, disse que, tem a “oportunidade de ouro” de transformar Viseu no concelho “líder do investimento europeu” e líder de contratos programas com o Governo.

“Temos a oportunidade de ouro de transformar Viseu no líder, no campeão, do investimento europeu. Nós temos de transformar Viseu no líder da captação dos fundos comunitários, temos de transformar Viseu no líder, no campeão, dos contratos programas com o Governo e com o que podemos fazer diretamente com a União Europeia. É assim que queremos Viseu, mais forte, mais pojante, mais liderante e mais capaz de tornar este território mais competitivo”, assumiu João Azevedo.

Na apresentação pública enquanto candidato a presidente da autarquia de Viseu, pelo PS, com a presença do secretário-geral do partido, António Costa, João Azevedo falou nas lutas pelas quais se vai debater, e que conta com o apoio do Governo, como as da área da saúde e da comunicação, e destacou a indústria para os próximos anos.

“Também queremos colocar aqui uma área fundamental que é a industrialização do concelho. António Costa referiu a ligação à área empresarial de Mundão e eu acrescento Lordosa (norte) e o sul do concelho, onde temos a capacidade de promover uma nova área de localização empresarial”, defendeu.

Para o candidato, “é preciso aproveitar, não só o que hoje está vertido no plano Diretor Municipal (PDM), mas também aquilo que pode ser previsto e mudado na atual revisão do PDM” de Viseu.

“É preciso reforçar, muscular o concelho de Viseu com mais indústria. Indústria moderna, com melhor emprego, com mais emprego, com mais qualificação e com mais igualdade salarial entre as mulheres e os homens. Devemos fazer isso todos os dias, semanas e meses dos próximos anos”, assumiu.

Neste sentido, considerou que Viseu “é um porta aviões que precisa de ser comandado com uma liderança forte, com capacidade de gerar receita que consegue atrelar os fundos comunitários”, um feito que João Azevedo acredita que Viseu consegue porque “tem capacidade para liderar politicamente e orçamentalmente”.

João Azevedo considerou ainda que “as políticas públicas” de Viseu “não foram as melhores” e, por isso, “é que nos últimos anos perdeu pessoas e não podia ter perdido, porque é um concelho muito importante no interior” do país.

João Azevedo diz que, “as pessoas estão zangadas com a câmara de Viseu”.

À Câmara de Viseu concorrem também às eleições autárquicas deste ano João Azevedo (PS), Pedro Calheiros (Chega), Fernando Figueiredo (Iniciativa Liberal), Francisco Almeida (CDU), Manuela Antunes (BE) e Fernando Ruas (PSD).

Nas eleições autárquicas de 2017, o PSD conseguiu 51,74% dos votos (seis mandatos) e o PS 26,46% (três mandatos). O BE foi a quarta força política mais votada, com 4,79% dos votos.

As eleições autárquicas foram marcadas para 26 de setembro.

 

Pode ver também

Festival Outono Quente, de Viseu, privilegia artistas locais e nacionais

Duas companhias internacionais, 14 nacionais e 17 locais, num total de 80 artistas, animam de …

Comente este artigo