Download http://bigtheme.net/joomla Free Templates Joomla! 3
Home / Notícias / Autárquicas: Movimento independente “Mais Penedono” quer reverter desertificação

Autárquicas: Movimento independente “Mais Penedono” quer reverter desertificação

O professor e economista José Ângelo Pinto encabeça o movimento independente “Mais Penedono”, que se candidata às próximas eleições autárquicas com o objetivo de desenvolver o concelho e reverter a desertificação que ameaça a sua extinção.

José Ângelo Pinto tem mais de 30 anos de experiência como professor, economista, consultor, empresário e académico e, depois de ter trabalhado no desenvolvimento das pessoas e das organizações, quer agora dedicar-se ao concelho do Norte do distrito de Viseu.

“A nossa principal intenção e grande objetivo é impedir a extinção da terra por causa da desertificação”, sublinha o especialista em gestão de projetos, que é professor convidado de várias universidades nacionais e estrangeiras.

Sem pretender ser alarmista, José Ângelo Pinto considera que, “se nada se fizer, se continuar a tendência dos últimos anos”, brevemente não haverá concelho, “pois qualquer reforma administrativa que se venha a fazer” o extinguirá.

Segundo o candidato, apesar da inscrição administrativa de muitos emigrantes, o número de eleitores tem vindo a descer acentuadamente e não atingirá os três mil.

“É absolutamente claro que melhorar Penedono é essencial, porque só com uma terra muito melhor seremos capazes de aumentar a população, impedindo a desertificação”, defende o presidente do conselho de administração da Cooperativa Agrícola de Penela da Beira.

Licenciado em Gestão de Empresas, mestre em Economia e Gestão e também em Sistemas de Informação, José Ângelo Pinto, que está prestes a completar 54 anos, quer que Penedono seja capaz de atrair investimentos e recursos, aumentar o nível de emprego qualificado para fixar os jovens e aumentar a valorização dos produtos e dos serviços da região.

“Para realizar estas melhorias é essencial haver pessoas capazes na gestão da Câmara Municipal de Penedono, pois só com equipas capazes, competentes, conhecedoras e eficazes é que será viável melhorar Penedono e ter uma estratégia de futuro para a nossa terra”, considera.

O programa “Mais Penedono” tem 23 áreas de melhoria em que acredita “ser viável e possível introduzir alterações com grande impacto” na vida dos munícipes.

José Ângelo Pinto liderou campanhas autárquicas a Juntas de Freguesia, a Câmaras Municipais e à liderança de diversas estruturas políticas, mas agora assume “uma candidatura cem por cento independente e com pessoas de todas as sensibilidades e políticas a participar”.

A Câmara de Penedono é liderada por Carlos Esteves (PSD), que não se poderá recandidatar devido à limitação de mandatos.

No concelho são também já conhecidos como candidatos Sónia Numão (PS) e Cristina Ferreira (PSD).

 

Pode ver também

Covid-19: Vila Nova de Paiva o segundo concelho com a maior taxa de incidência

 

Comente este artigo