Download http://bigtheme.net/joomla Free Templates Joomla! 3
Home / Notícias / Autárquicas: Joaquim Patrício (PSD/CDS-PP) lidera “o projeto da mudança” em Mangualde

Autárquicas: Joaquim Patrício (PSD/CDS-PP) lidera “o projeto da mudança” em Mangualde

O antigo vice-presidente de executivos socialistas da Câmara de Mangualde Joaquim Patrício vai concorrer pela coligação PSD/CDS-PP nas próximas eleições autárquicas, tendo como objetivo liderar “o projeto da mudança” que considera necessário.

No entender de Joaquim Patrício, “Mangualde tem muito para oferecer e necessita de potenciar ao máximo os seus recursos, pondo-os ao serviço das suas gentes, numa perspetiva de desenvolvimento e progresso sustentável”.

Vice-presidente em executivos liderados por João Azevedo (PS), que agora se candidata à presidência da Câmara de Viseu, Joaquim Patrício decidiu aceitar o desafio por querer fazer “mais e melhor” para que o concelho dê urgentemente “o passo em frente”.

“Necessitamos de investir no centro urbano, sem nunca esquecer as freguesias”, defende o candidato da coligação “Juntos por Mangualde”, considerando ser um dever defender os idosos e o futuro dos jovens.

O que a coligação pretende para o concelho “só se concretiza com a dinamização de emprego, qualificação profissional, inclusão social, saúde, segurança, acesso à educação, formação, inovação tecnológica, desporto e cultura”, explica.

Se for eleito, Joaquim Patrício quer criar parcerias, “numa ligação justa e sem complexos com municípios vizinhos, uns maiores e outros de menor dimensão”.

Dividido por 13 áreas de atuação, o programa autárquico da candidatura prevê, por exemplo, “a criação de uma unidade móvel que integre pessoal de apoio social e da saúde, em conexão com o gabinete de apoio ao idoso e às freguesias”.

A criação de “um banco de voluntariado de apoio personalizado nas aldeias” e do programa “Mangualde ativo com saúde”, que integre caminhadas com apoio técnico e monitorização, são outras propostas na área da saúde.

Na ação social, a candidatura promete o apoio às associações para a criação e dinamização de atividades intergeracionais, a criação de um programa de serviço de apoio regular e permanente para cidadãos portadores de deficiência, de um gabinete de apoio aos cuidadores informais e de outro de apoio ao idoso.

A criação da Casa da Juventude, de incubadoras em infraestruturas municipais que se encontrem inativas, de um gabinete de apoio ao tecido empresarial, de uma zona de lazer na albufeira da Barragem de Fagilde e de um parque para autocaravanismo são outras propostas.

Em 2017, o PS venceu as eleições com 69,53 por cento dos votos (obteve seis de sete mandatos), reconduzindo João Azevedo, que saiu em 2019 para assumir funções como deputado na Assembleia da República.

À presidência da Câmara de Mangualde concorrem também Marco Almeida (PS), António Vilarigues (CDU) e António Pais Silva (Chega).

 

Pode ver também

Festival Outono Quente, de Viseu, privilegia artistas locais e nacionais

Duas companhias internacionais, 14 nacionais e 17 locais, num total de 80 artistas, animam de …

Comente este artigo