Download http://bigtheme.net/joomla Free Templates Joomla! 3
Home / Notícias / Autárquicas: Honestidade é a base do candidato do Chega à Câmara de Viseu

Autárquicas: Honestidade é a base do candidato do Chega à Câmara de Viseu

O candidato à Câmara Municipal de Viseu pelo partido Chega, Pedro Calheiros, disse que a honestidade é a base da sua candidatura e do trabalho a realizar na autarquia onde quer, pelo menos, eleger um mandato.

“Honestidade, escorreição de procedimentos, limpeza do que estiver estragado e montagem do que estiver bem” são os eixos do candidato do Chega, que sintetizou assim a sua “forma de atuar, quando chegar à Câmara Municipal de Viseu”.

Neste sentido, prometeu, de “forma bem simples”, fazer “um esforço grande para que seja feita uma limpeza de tudo o que está mal e de por tudo o que está bem” e, para isso, defendeu uma “inspeção criteriosa e justa aos gastos” autárquicos.

“Isto de pegar no dinheiro público e gastar a torto e a eito, não havendo mais do que um critério de uma ou duas pessoas que dizem que deve ser assim ou assado, não serve a ninguém. Os munícipes devem ter forma de controlar os gastos do município”, sustentou.

Isto, porque, acrescentou, a câmara “é feita para servir as pessoas e os munícipes” e nesse sentido deve ser gerida de forma “mais parcimoniosa e perfeita possível o hierárquico público” e, por isso, o lema da campanha é “servir de mãos limpas”.

A lista ainda está por definir, apesar de haver “um sem número de pessoas a quererem” integrar o projeto, afirmou Pedro Calheiros, que quer pessoas de diferentes áreas profissionais como, por exemplo, “especialistas na saúde, urbanismo ou desporto” e, por isso, ainda não fechou o grupo.

O candidato, vice-presidente da distrital do Chega, é natural de Mosteiro de Fráguas, no concelho de Tondela, onde foi criado na Quinta da Reguenga e educado até à idade de ingressar nos estudos liceais que fez, com uma fugaz passagem pelo Colégio Militar, nos colégios da Via-Sacra, em Viseu, e Tomás Ribeiro, em Tondela.

Pedro Calheiros fixou-se na cidade de Viseu em 1993, altura em que foi colocado, pela primeira vez, no Comando Territorial da GNR de Viseu e, atualmente, é coronel de Cavalaria da GNR, na situação de reforma”.

O candidato, nascido em 12 de julho de 1957 (63 anos), é casado e pai de três filhos.

À Câmara de Viseu concorrem às eleições autárquicas deste ano, previstas por lei, a acontecer no último trimestre, João Azevedo (PS), Pedro Calheiros (Chega), Fernando Figueiredo (Iniciativa Liberal), Francisco Almeida (CDU) e Manuela Antunes (BE).

Nas eleições autárquicas de 2017, o PSD conseguiu 51,74% dos votos (seis mandatos) e o PS 26,46% (três mandatos). O BE foi a quarta força política mais votada, com 4,79% dos votos.

 

Pode ver também

Museu do Caramulo lança mercado ‘online’ com produtos para amantes do mundo motorizado

O Museu do Caramulo, no concelho de Tondela, lançou o mercado ‘online’ Speedflag, que conta …

Comente este artigo