Download http://bigtheme.net/joomla Free Templates Joomla! 3
Home / Notícias / Autárquicas: Candidato da CDU a Armamar defende maior atração de investimento

Autárquicas: Candidato da CDU a Armamar defende maior atração de investimento

O candidato da CDU à Câmara de Armamar, António Lareiro, defende uma maior atração de investimento para estancar o despovoamento daquele concelho do distrito de Viseu.

“Somos um dos 20 concelhos mais pobres do país e isso também se traduz na desertificação humana, provocada por políticas erradas nacionais e também locais. É preciso uma preocupação em atrair investimentos que pudessem ocupar a mão de obra que entretanto a agricultura libertou”, afirmou à agência Lusa o cabeça de lista da CDU, que já tinha liderado a candidatura da coligação em 2017.

António Lareiro, de 66 anos, reformado, foi técnico de farmácia e é militante do PCP desde 1974, tendo já sido presidente da Junta de Freguesia de Armamar, entre 2009 e 2013, e secretário da mesma junta durante 12 anos.

Segundo o candidato, as pessoas têm saído a um ritmo cada vez mais rápido do município, sendo necessário inverter a situação, com “atração de investimento e a mobilização dos agentes locais”, nomeadamente na agricultura.

Para além dessa questão, António Lareiro aponta também para a degradação das estradas que servem o concelho, a ausência de acesso à A24 e a fraca cobertura dos serviços públicos.

“Este é um concelho que tem condições maravilhosas para ser uma terra de progresso, desde que as pessoas se empenhem por isso. Estamos na margem do Douro, as terras dão um vinho generoso, maçã, mas também podiam ser introduzidas outras culturas e o turismo deveria ser potenciado”, defendeu.

Para o cabeça de lista da CDU, a campanha é também um momento de afirmação da democracia, numa terra onde se assiste “ao caciquismo e à falta de liberdade”.

“Há pessoas que se recusam a participar nas nossas listas porque têm medo de futuras represálias do executivo. Estar nesta lista é também defender a liberdade na nossa terra. Quem é eleito não está lá para fazer favores, mas para resolver os problemas das pessoas”, salientou.

Nas últimas eleições autárquicas, o PSD reconquistou o poder com 54,73 por cento dos votos (três mandatos) e o CDS-PP foi o segundo partido mais votado, com 20,53 por cento dos votos (um mandato). O PS obteve 15,01 por cento dos votos (um mandato).

Para além de António Lareiro, concorrem à Câmara de Armamar o atual presidente do município, João Paulo Fonseca (PSD), e Jorge Rodrigues (movimento independente “Juntos por Armamar”, que conta com o apoio do PS).

 

Pode ver também

Festival Outono Quente, de Viseu, privilegia artistas locais e nacionais

Duas companhias internacionais, 14 nacionais e 17 locais, num total de 80 artistas, animam de …

Comente este artigo