Download http://bigtheme.net/joomla Free Templates Joomla! 3
Home / Notícias / Autárquicas: António Correia (CDU) defende remunicipalização da água em Carregal do Sal

Autárquicas: António Correia (CDU) defende remunicipalização da água em Carregal do Sal

A CDU candidata à Câmara de Carregal do Sal o professor reformado António Luís Correia, que aponta como prioridade a remunicipalização do abastecimento e distribuição de água naquele concelho do distrito de Viseu, face às tarifas elevadas.

“O preço da água é dos mais caros a nível nacional. A CDU foi a única força política que se opôs [à integração do município na concessionária Águas do Planalto]. Estamos a pagar uma das águas mais caras do país”, afirmou à agência Lusa o candidato.

António Luís Correia, de 75 anos, reformado, é militante do PCP e foi professor, vive no Porto, mas tem casa em Carregal do Sal.

Para o cabeça de lista da CDU, a grande aposta será bater-se pela remunicipalização do abastecimento e distribuição de água, defendendo a saída da Águas do Planalto, que junta vários municípios da região.

“A partir desse momento, ficámos como um dos concelhos com a água mais cara do país e temos o Mondego e o Dão aqui perto. Temos condições para sair [da Águas do Planalto] e ter água nossa”, frisou.

O aproveitamento dos fundos europeus disponíveis a partir do Plano de Recuperação e Resiliência (PRR) para fixar empresas no concelho por forma a “preencher zonas industriais quase vazias” e o fomento da agricultura são outras das propostas do candidato.

“Somos um concelho com muita produção de vinho, mas o trabalho na vinha é sazonal. É preciso encontrar alternativas para complementar essa atividade”, propôs.

Para além de António Luís Correia, concorrem à Câmara de Carregal do Sal o atual presidente do município Rogério Abrantes (eleito pelo PS, mas que se candidata por um movimento independente), Paulo Catalino (PS), Hermínio Marques (BE), Luís Fidalgo (PSD) e Fernando Alves (CDS-PP).

Em 2017, o PS conquistou três mandatos, com 47,95% dos votos, e o PSD dois, com 36,23%. O concelho tinha na altura 9.522 inscritos e votaram 55,71% dos eleitores, ou seja, 5.305 cidadãos.

 

Pode ver também

Festival Outono Quente, de Viseu, privilegia artistas locais e nacionais

Duas companhias internacionais, 14 nacionais e 17 locais, num total de 80 artistas, animam de …

Comente este artigo