Download http://bigtheme.net/joomla Free Templates Joomla! 3
Home / Notícias / Autarca de Viseu pede ao Governo a cedência do edifício da antiga cadeia da cidade
Fernando Ruas presidente da CM de Viseu

Autarca de Viseu pede ao Governo a cedência do edifício da antiga cadeia da cidade

A Ministra da Justiça, Francisca Van Dunem, visitou o Estabelecimento Prisional (EP) de Viseu, por ocasião da inauguração das novas instalações.

O atual EP Viseu funciona nas antigas instalações do Instituto de S. José, também designado por Colégio de S. José. Foi inaugurado a 6 de novembro de 1960. Já à época, a construção do edificado foi realizada com recurso, quase exclusivo, de mão de obra prisional.

A ministra realçou que a obra está a ser executada com poucos meios financeiros, e em simultâneo está a ser aproveitada a mão de obra dos próprios reclusos.

O projeto de recuperação do estabelecimento prisional vai ser executado por 5 fases, com a segunda a começar entre Abril e Maio deste ano, compreendendo novas instalações para reclusos em regime aberto, e serviços clínicos num investimento de 300 mil euros.

As obras da 1º fase já inaugurada, correspondeu a um investimento de 895 mil euros, e incluíram a construção de um pavilhão para reclusos em regime fechado, áreas administrativas, quartos  íntimos e remodelação da capela.

O investimento total na remodelação das instalações é de 10 ME.

O EP Viseu dispõe de ensino do 1º ciclo, que será alargado ao 2º ciclo já no próximo ano.

No âmbito da formação profissional, e considerando o período de permanência relativamente curto dos reclusos, aliado à experiência profissional que a maioria apresenta, o EP tem apostado em unidades de formação de curta duração, tendo realizado formação de calceteiros, manutenção de edifícios e de operador agrícola.

Na ocasião, o autarca de Viseu, Fernando Ruas, pediu à ministra da Justiça a cedência das instalações da antiga cadeia no centro da cidade, local que segundo o autarca pode ser aproveitado para outros fins e para que edifício não fique dotado ao abandono.

A ministra, em resposta ao autarca de Viseu, referiu que o estado não tem interesse em ter espaços abandonados, e segundo Francisca Van Dunem não vê dificuldade em que o Estado ceda as antigas instalações da cadeia à autarquia, mas a proposta tem de ser estudada.

As novas instalações do EP de Viseu, disponibiliza 36 ocupações laborais, nas diversas atividades de limpeza, manutenção e organização dos espaços comuns do EP de Viseu. Tem ainda reclusos envolvidos na agricultura, serralharia, carpintaria e nas obras de requalificação do EP.

 

Pode ver também

Câmara de Sátão promove combate à Vespa das Galhas do Castanheiro

O município de Sátão realizou 6 largadas do parasitoide Torymus sinensis, para combate à Vespa …

Comente este artigo