Home / Notícias / Assinado contrato para a construção do Estabelecimento de Resende da APPACDM Viseu

Assinado contrato para a construção do Estabelecimento de Resende da APPACDM Viseu

No Seminário Menor de Resende, foi assinado o contrato de empreitada para a construção do Estabelecimento de Resende da Associação Portuguesa de Pais e Amigos do Cidadão Deficiente Mental (APPACDM) de Viseu.

A obra de ampliação e requalificação parcial do Seminário Menor de Resende exigirá um investimento aproximado de 2 milhões e 200 mil euros, ao abrigo do Programa de Alargamento da Rede de Equipamentos Sociais 3ª Geração (PARES 3.0) promovido pelo Governo. O Município de Resende assumirá o financiamento não comparticipado pelo PARES 3.0. As obras, adjudicadas à empresa Arcelino Cardoso Costa Lda., arrancam no último trimestre de 2023.

Numa ala do edifício histórico do Seminário Menor de Resende ficarão instaladas as respostas sociais: Centro de Atividades e Capacitação Para a Inclusão (CACI) e Lar Residencial; cada com uma capacidade para 30 pessoas com deficiência.

Na abertura da cerimónia de outorga do Contrato, o Presidente do Município de Resende, Garcez Trindade, deu as boas vindas a todos e sublinhou a importância desta obra social para o Concelho de Resende. “O Município de Resende, atualmente, com diversas intervenções urbanas a concluir, como a reabilitação do Edifício Termal de Caldas de Aregos, tem tido paralelamente uma grande aposta na ação social. Foi com grande empenho que, desde o início, o Município acolheu este Projeto, incluindo algum esforço financeiro para a sua empreitada.”

Representando a Diocese de Lamego, o Padre António José dos Santos Ferreira, responsável pelo Seminário Menor de Resende, enalteceu a obra social que o Seminário Menor de Resende acolhe nas suas Instalações, “que está em consonância com a missão humana e formadora de Homens do edificado e da Instituição”.

Pedro Baila Antunes, presidente da Direção da APPACDM Viseu, agradeceu às duas instituições de Resende, que, através desta parceria, possibilitaram a Obra impulsionada pela anterior Direção, presidida pelo Dr. António Lemos. “A APPACDM Viseu, para além dos seus estabelecimentos na cidade de Viseu, com o futuro Estabelecimento de Resende, a Norte, e, a Sul com o Estabelecimento de Santa Comba Dão (que celebra 10 anos em setembro), passará a cobrir todo o distrito de Viseu, alargando a sua missão e intervenção fortemente humanista, assumindo-se cada vez mais como uma referência nacional no domínio das pessoas com deficiência”.

No início de setembro, na sede da instituição em Repeses, Viseu, inicia-se já a empreitada de construção de um novo edifício destinado a CACI, com capacidade para 60 pessoas com deficiência. Uma obra financiada pelo PRR e pela APPACDM Viseu, num investimento próximo de um milhão de novecentos mil euros.

 

Pode ver também

Vila Nova de Paiva: Município entregou 14 incentivos à natalidade

O Município de Vila Nova de Paiva continua a apoiar as famílias “Paivenses”, ao abrigo …

Comente este artigo