Home / Notícias / Artesão de Nandufe é candidato ao Prémio Nacional do Artesanato 2023

Artesão de Nandufe é candidato ao Prémio Nacional do Artesanato 2023

José António Antunes, serralheiro e artesão, natural de Nandufe, no concelho de Tondela, é finalista do Prémio Nacional do Artesanato 2023 na categoria de empreendedorismo e inovação.

O artesão é um dos cinco nomeados ao galardão atribuído pelo Instituto Português do Emprego e Formação Profissional (IEFP). As votações para o prémio abriram a 6 de dezembro e terminam no próximo dia 18.

Das mãos de José António Antunes, da J.Arte, já saíram inúmeras peças artísticas, todas criadas a partir de porcas, parafusos, correntes, rolamentos, molas e anilhas, materiais que ganharam desta forma uma nova vida.  

Recentemente o artesão executou uma nova peça, “O Poças”, recriando a cesta típico de Nandufe, numa homenagem aos cesteiros da sua terra natal. O primeiro exemplar desta peça foi entregue, a 26 de setembro, à presidente da Câmara, Carla Antunes Borges, na reunião pública do executivo municipal.

José António Antunes é presença habitual no Artesanatus, o mercado de artesanato promovido pela autarquia e que decorre sempre no primeiro domingo de cada mês na entrada do Parque Urbano da cidade.

O Município de Tondela felicita o artesão por chegar à fase de votações deste prémio e apela a toda a população do concelho para que vote em José António Antunes. O Prémio Nacional do Artesanato, integrado no Programa de Promoção das Artes e Ofícios, é atribuído bianualmente. Este palmarés foi criado com o objetivo de promover a produção artesanal, nas suas vertentes tradicional e

contemporânea, distinguindo os artesãos portugueses, valorizando as competências técnicas e profissionais e a capacidade estética dos artesãos.

O galardão integra 6 categorias: Grande Prémio Carreira; Prémio Empreendedorismo e Inovação; Prémio Jovens Talentos; Prémio Investigação; Prémio Promoção para Entidades Privadas; Prémio Promoção para Entidades Públicas.

 

Pode ver também

II Passeio TT “Terras do Demo” saiu para a estrada com 85 jipes

Foram 30 quilómetros cheios de adrenalina pura. O II Passeio TT “Terras do Demo” realizou-se …

Comente este artigo