Download http://bigtheme.net/joomla Free Templates Joomla! 3
Home / Notícias / Apoios do Município de Viseu a instituições sociais alcançam os 788 mil euros entre 2020 e 2021

Apoios do Município de Viseu a instituições sociais alcançam os 788 mil euros entre 2020 e 2021

No total, são já mais de 90 as associações e instituições em todo o concelho que beneficiaram do apoio da autarquia

O Executivo municipal aprovou, em reunião de Câmara, um conjunto de apoios a associações e instituições de solidariedade social, num montante global de 82 mil euros. Com este novo pacote, os apoios concedidos pelo Município de Viseu a entidades do terceiro setor, entre 2020 e 2021, totalizam 788 mil euros.

No total, são já mais de 90 as associações e instituições em todo o concelho que beneficiaram do apoio da autarquia.

“As nossas associações são fundamentais para o desenvolvimento do concelho e para o funcionamento da sociedade”, afirma António Almeida Henriques, Presidente da Câmara Municipal de Viseu. O Município pretende, desta forma, contribuir para que as IPSS do concelho permaneçam vivas, desenvolvam as suas atividades, e assegurem a sua sobrevivência no pós-pandemia.

“A crise gerada pela COVID-19 tem afetado a vida de muitas famílias viseenses, mas também, e de forma especial, as muitas associações do nosso concelho. O Município reconhece as dificuldades acrescidas neste período, pelo que tem sabido ser solidário com todo o setor associativo. Não queremos, e não deitaremos a perder, o património conquistado ao longo dos anos no setor social”, frisa o autarca.

A preocupação em preservar o trabalho desenvolvido nos últimos anos é, aliás, transversal às várias dimensões do concelho. Importa, por exemplo, salientar os mais de 750 mil euros de apoios ao setor da Cultura e às associações culturais, ao abrigo do VISEU CULTURA.

No que respeita à área do Desporto, o Município de Viseu já investiu 1,16 milhões de euros em Contratos Programa de Desenvolvimento Desportivo com as instituições do setor. 

Entretanto, na sequência das candidaturas ao programa PARES, o Município aprovou a redução de taxas urbanísticas a 90%, nomeadamente no que respeita aos projetos apresentados pelo Centro Pindelense, Centro Social e Paroquial Boaldeia e Associação de Solidariedade Social, Recreativa e Desportiva de Vila Chã de Sá. Cada uma destas candidaturas foram preparadas com a colaboração estreita da divisão de Urbanismo.

A autarquia já elaborou também protocolos de apoio financeiro para a componente não comparticipada (no valor de 200 mil euros).

 

Pode ver também

Câmara de Lamego reforça patrulhamento e vigilância da floresta

O Município de Lamego vai realizar, durante os meses quentes de verão, diversas ações de …

Comente este artigo