Download http://bigtheme.net/joomla Free Templates Joomla! 3
Home / Notícias / Adiado julgamento do autarca de Tondela, acusado dos crimes de peculato e falsificação de documento
José António Jesus presidente da CM de Tondela

Adiado julgamento do autarca de Tondela, acusado dos crimes de peculato e falsificação de documento

O julgamento do presidente da Câmara de Tondela, José António Jesus, que estava marcado para esta terça-feira, 27 de outubro, foi adiado para 15 de dezembro.

Recorde-se que, o autarca, José António Jesus, e o seu vice-presidente, Pedro Adão, foram acusados pelo Ministério Público (MP) dos crimes de peculato e falsificação de documento, que terão ocorrido entre 2010 a 2017.

O MP do Departamento de Investigação e Ação Penal de Coimbra deduziu acusação contra os dois autarcas social-democratas, imputando a José António Jesus a prática de um crime de peculato e de dois crimes de falsificação de documento e a Pedro Adão de um crime de peculato e de um crime de falsificação de documento.

“Em causa estão pedidos de ajudas de custo por alegadas deslocações efetuadas em viaturas próprias, quando as deslocações em causa tinham, na realidade, sido efetuadas em viaturas da própria autarquia”, refere o comunicado.

José António Jesus disse que “esta situação é decorrente do processo que o Ministério Público tinha em curso e no qual sempre houve a máxima colaboração do município, com a maior disponibilidade, para o esclarecimento da verdade”.

 

Pode ver também

PJ deteve mulher suspeita de ter ateado incêndio numa casa em Tondela

A Polícia Judiciária (PJ) anunciou a detenção de uma mulher, de 47 anos, suspeita de …

Comente este artigo