Download http://bigtheme.net/joomla Free Templates Joomla! 3
Home / Notícias / Abate de árvores leva Ecologistas a questionarem autarca de Castro Daire
Professional Lumberjack Cutting a big Tree in the Forest

Abate de árvores leva Ecologistas a questionarem autarca de Castro Daire

O Partido Ecologista Os Verdes, em comunicado, diz que a Câmara Municipal de Castro Daire abateu várias árvores de grande porte na Avenida Dr. Sá Carneiro, na zona da escola secundária, que motivou a indignação da população

Segundo Os Verdes, a autarquia tem previsto abater outras tantas, já sinalizadas, num total de 40 árvores.

Aos Ecologistas, os habitantes dizem que “estas árvores não apresentavam quaisquer problemas fitossanitários, pelo que o seu corte foi uma opção política tomada pela maioria do executivo da Câmara Municipal do PSD/CDS relacionada ao que tudo indica com a requalificação da Avenida Dr. Sá Carneiro”.

A intervenção na Avenida prevista no orçamento da autarquia para 2019 não pode ser uma justificação para este abate,  e se houvesse vontade política de manter as árvores, qualquer técnico paisagista enquadraria as árvores no espaço público, sem necessidade de proceder ao seu corte raso, referem Os Verdes em comunicado.

A População de Castro Daire têm contestado também, o facto da autarquia não ter dado a conhecer previamente o projeto, nem de prestar os devidos esclarecimentos sobre a intervenção que tem para aquela via.

Os Verdes dizem que no distrito de Viseu vários executivos municipais, como é o caso de Castro Daire e Vila Nova de Paiva estão a ser afetados por uma espécie de disseminação viral, “a doença da motoserra” com contornos cada vez mais preocupantes que estão a colocar em causa a sustentabilidade do espaço público e a qualidade de vida das populações.

O abate das árvores em espaço público, já levou o Partido Ecologista Os Verdes a questionarem o presidente da câmara de Castro Daire:

A autarquia confirma que as árvores da Avenida Sá carneiro se encontravam em boas condições fitossanitárias?

Quais foram as razões que motivaram a Câmara Municipal de Castro Daire a efetuar o abate dessas árvores?

A autarquia ponderou alguma alternativa ao projeto de forma a evitar o corte das referidas árvores?

A população foi previamente informada desta intervenção urbanística, bem como do abate das árvores?

A breve prazo estão previstos mais cortes de árvores no espaço público?

No seguimento deste ato irreversível, a Câmara Municipal irá proceder à plantação de novas árvores no espaço público de forma a “compensar” as que foram abatidas?

 

Pode ver também

Homem morreu eletrocutado em Tarouca

Um homem de 28 anos morreu este domingo, depois de ter sofrido uma eletrocussão num …

Comente este artigo