Download http://bigtheme.net/joomla Free Templates Joomla! 3
Home / Notícias / Viseu vai ter o primeiro transporte público autónomo
Foto Transportes em Revista

Viseu vai ter o primeiro transporte público autónomo

Viseu vai ser a primeira cidade portuguesa a ter em operação de transporte público um veículo totalmente elétrico e autónomo: o Viriato. Criado pela TULAlabs, o pequeno veículo, com capacidade para 24 passageiros (sentados e de pé), vai circular, em breve, na capital da Beira Alta.
A Câmara Municipal de Viseu apresentou hoje, no âmbito do evento Portugal Smart Cities Summit, em Lisboa, uma maquete deste veículo que, segundo o município, é “um transporte público não poluente, autónomo, disponível em permanência que, além dos benefícios para o ambiente, vai gerar poupança para o município substituindo o funicular. E uma vez que é silencioso, vai poder andar durante a noite”.À Transportes em Revista, Jorge Saraiva, gerente da TULAlabs, adianta que o veículo vai circular «numa via segregada, porque é isso que a legislação permite, onde se cruzará com outros carros apenas em cruzamentos com semáforos. Haverá peões nessa via». O mesmo responsável diz ainda que «a tecnologia utilizada neste veículo foi desenvolvida há nove anos e há três anos que veículos semelhantes circulam na Suíça sem qualquer problema». Jorge Saraiva acrescenta que «há sempre riscos, mas são controlados. Existe um sistema de deteção. O risco é o mesmo de um veículo com condutor».

O gerente da TULAlabs salientou ainda que «o veículo carrega em cinco minutos e tem autonomia para 100 quilómetros».
A operação deste carro é assegurada por um sistema de gestão e monitorização para veículos autónomos, que apresenta informação sobe a posição, a velocidade e distância percorrida de cada veículo em tempo real, permitindo, por exemplo, definir intervenções preventivas das componentes mecânicas, informações sobre ciclos de carga e descarga das baterias, entre outros.

O Viriato tem um nível cinco de automação, ou seja, é o nível máximo na escala criada pela Society of Automotive Engineers (SAE). A escala foi baseada no grau de autonomia da máquina e na necessidade de intervenção do homem no veículo. No nível cinco, a inteligência artificial assume na totalidade o controlo do automóvel, que está desprovido de pedais e volante.

De referir que o veículo desenvolvido pela TULAlabs estará em exposição, nos dias 24 e 25 de maio, no Mobitrans – 12.º Encontro Transportes em Revista, que terá lugar na cidade do Porto.

 

Pode ver também

Prisão preventiva para o jovem que matou ex namorado

O jovem que matou o ex-namorado à facada no Porto confessou o crime e foi …

Comente este artigo