Download http://bigtheme.net/joomla Free Templates Joomla! 3
Home / Notícias / Viseu: BE questionou o Ministério da Saúde sobre problemas no transporte de doentes

Viseu: BE questionou o Ministério da Saúde sobre problemas no transporte de doentes

O BE questionou o Ministério da Saúde sobre problemas no transporte de doentes em Viseu, relatando casos de falta de ambulâncias disponíveis e dívidas aos bombeiros.

No requerimento, os bloquistas relatam algumas situações ocorridas recentemente, em particular o caso do pai de uma criança de nove anos, com um diagnóstico de problemas cardíacos e neurológicos, que teve que, “na sua viatura pessoal, transportar de urgência a filha para a pediatria de Viseu a partir da urgência de Tondela já que não haviam ambulâncias disponíveis para assegurar o transporte”.

O BE escreve ainda que, “segundo o próprio INEM, esta situação é recorrente porque o Centro Hospitalar Tondela-Viseu tem dívidas com os bombeiros e estes têm recusado o transporte de doentes entre hospitais enquanto não forem liquidadas algumas faturas em atraso”.

“Dois dias depois, a situação voltou a acontecer, tendo o pai que acudir, de novo, às urgências do Hospital de Tondela havendo uma necessidade de transferência para a pediatria de Viseu. De novo não havia transporte disponível”, lê-se no requerimento.

Um outro caso relatado pelo partido refere-se ao caso de um homem que, em outubro, “entrou na urgência do Hospital de Tondela com um quadro clínico muito grave, o médico de serviço determinou o transporte imediato para o Hospital de Viseu, mas, das 11 corporações de bombeiros mais próximos de Tondela, todas se recusaram a fazer o transporte do doente”.

“As corporações de bombeiros que têm recusado fazer o transporte de doentes do Hospital de Tondela para outras unidades hospitalares da região Centro, nomeadamente para o Hospital de Viseu e para o Hospital Universitário de Coimbra (HUC), dizem que não fazem por causa das dívidas existentes”, é referido pelo BE.

 

Pode ver também

Viseu entre os distritos sob aviso amarelo devido à previsão de vento forte

Dez distritos de Portugal continental vão estar na quarta-feira sob aviso amarelo devido à previsão …

Comente este artigo