Download http://bigtheme.net/joomla Free Templates Joomla! 3
Home / Notícias / Viseu: 31 das 33 Corporações de Bombeiros suspenderam informação ao CDOS

Viseu: 31 das 33 Corporações de Bombeiros suspenderam informação ao CDOS

O presidente da Federação Distrital dos Bombeiros de Viseu disse à agência Lusa que das 33 corporações federadas do distrito só duas é que não suspenderam a informação ao Centro Distrital de Operações e Socorro (CDOS) por questões técnicas, porque o sistema reporta automaticamente.

“Relativamente à suspensão da comunicação ao CDOS (Centro Distrital de Operações e Socorro), neste momento, das 33 federadas, apenas duas ainda não conseguiram operacionalizar o sistema de não envio da informação, o que quer dizer que 31 estão a cumprir a deliberação tomada em conselho nacional” da Liga dos Bombeiros Portugueses (LBP).

O dirigente associativo adiantou que “as tomadas de posição foram adotadas por unanimidade” na reunião da liga no dia 08 de dezembro, que contou com a presença de “mais de 500 pessoas representativas das associações do país, quer ao nível dos dirigentes, quer dos comandos”.

Amaro Nunes desmentiu ainda as declarações do ministro da Administração Interna de que a suspensão “coloca em causa a segurança das pessoas ao afetar a coordenação de meios de resposta”.

O presidente da federação distrital de Viseu aproveitou ainda para manifestar o seu “desagrado pela dívida do Estado às associações”.

“São os bombeiros que estão a subsidiar o Estado e não ao contrário”, salientou o presidente da Federação Distrital dos Bombeiros de Viseu

No mesmo dia, o presidente da LBP, Jaime Marta Soares, e a ANPC garantiram que a suspensão de informações operacionais por parte dos bombeiros à ANPC não compromete o socorro à população.

O ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita, considerou que a suspensão de informações operacionais por parte dos bombeiros à ANPC é ilegal e coloca em causa a segurança das pessoas ao afetar a coordenação de meios de resposta.

A LBP reivindica uma direção de bombeiros autónoma independente e com orçamento próprio, que diminua os custos e aumente a eficácia, um comando autónomo e o cartão social do bombeiro.

 

Pode ver também

Escola Básica Grão Vasco iniciou ano letivo com instalações remodeladas

O Presidente da Câmara de Viseu, Almeida Henriques, inaugurou as obras de reabilitação da Escola …

Comente este artigo