Download http://bigtheme.net/joomla Free Templates Joomla! 3
Home / Notícias / Tribunal de Sátão: Regresso dos processos a Mangualde é uma questão politica
Alexandre Vaz, vice-presidente da Câmara de Sátão

Tribunal de Sátão: Regresso dos processos a Mangualde é uma questão politica

Depois de a câmara e a população de Penalva do Castelo terem demonstrado vontade de os processos judiciais regressarem à comarca de Mangualde, a transferência poderá estar para breve.

O caso surge depois das declarações da Juiz-presidente da comarca de Viseu, em que referiu que “está previsto o regresso dos processos judiciais de Penalva do Castelo para a comarca de Mangualde”, justificando a alteração “com o facto de historicamente as pessoas se identificarem mais com Mangualde do que com o Sátão”,

Depois destas declarações, os responsáveis políticos dos concelhos de Sátão e Vila Nova de Paiva, já solicitaram uma audiência, com caráter de urgência à Ministra da Justiça, com o objetivo de manifestarem a sua preocupação sobre o futuro do tribunal do Sátão.

Alexandre Vaz, vice-presidente do município de Sátão diz que esta é uma decisão politica.

O vice-presidente da câmara de Sátão diz não ter duvidas que os processos de Penalva do Castelo, ao regressarem à comarca de Mangualde vão demorar mais tempo a serem julgados.

Alexandre Vaz diz que a câmara de Sátão vai aguarda pela reorganização do mapa judiciário para este caso em particular.

Com a saída dos processos judiciais de Penalva do Castelo para Mangualde, o vice-presidente Alexandre Vaz diz ter a garantia de que o tribunal de Sátão vai manter as atuais competências genéricas.

A câmara de Sátão recorda que a decisão de os processos judiciais voltarem à comarca de Mangualde é política.

Este caso já levou os autarcas de Sátão e vila Nova de Paiva a solicitarem uma audiência com caracter de urgência à Ministra da Justiça, os dois Municípios, pretendem de forma conjunta e articulada, a “salvaguarda dos superiores interesses das respetivas populações e manutenção de um serviço público de proximidade, essencial para a sua qualidade de vida e para o desenvolvimento dos seus territórios” refere nota publicada na rede social face book da câmara de Sátão.

 

Pode ver também

Câmara de Viseu retoma programa “Viseu Recicla”

Após um interregno por causa da pandemia, a Câmara de Viseu retomou a instalação de …

Comente este artigo