Download http://bigtheme.net/joomla Free Templates Joomla! 3
Home / Notícias / Secretário de Estado da Proteção Civil em Sátão disse que número de ignições em Portugal são uma “vergonha”
Fotografia Dinheiro Vivo

Secretário de Estado da Proteção Civil em Sátão disse que número de ignições em Portugal são uma “vergonha”

O Secretário de Estado da Proteção Civil Artur Neves na visita que fez ao Sátão, realçou que o Governo pretende em matéria de proteção aos incêndios rurais intensificar a responsabilidade local.

O membro do Governo diz que só envolvendo as estruturas locais é possível fazer um trabalho robusto na prevenção.

A problemática dos incêndios realçou o Secretário de Estado da Proteção Civil, só é resolvida com eficiência na prevenção, que tem de passar pelo ordenamento do território, criticando a ausência do Instituto para a Conservação da Natureza e das Florestas na prevenção.

O Governo prepara a regresso dos extintos guardas-florestais na prevenção da floresta em articulação com as restantes intervenientes da Proteção Civil.

Em Portugal realça o Secretário de Estado da Proteção Civil Artur Neves, o número de ignições são uma “vergonha” são 2 mil incêndios por milhão de habitantes.

Para o balanço dos incêndios em 2018, números inferiores aos do ano passado, salienta do membro do Governo contribuiu a abertura dos mais de mil quilómetros de rede primária.

O cadastro do território que já avançou em dez municípios vai ser alargado a todo o território e as autarquias vão ter um papel essencial e politico no ordenamento

As alterações feitas em Conselho de Ministros ao nível da Proteção Civil, vão agora passa pelas mãos de todos os agentes com responsabilidade na segurança de pessoas e bens, realçou o membro do Governo na visita que fez à vila de Sátão.

 

Pode ver também

Incêndios 2017: Governo já aplicou 32 milhões de euros na recuperação das habitações

O processo de reconstrução de casas destruídas pelos fogos em outubro de 2017 está cumprido …

Comente este artigo