Download http://bigtheme.net/joomla Free Templates Joomla! 3
Home / Notícias / Sátão: Não limpar os terrenos pode dar multa até 10 mil euros a partir de 30 de abril

Sátão: Não limpar os terrenos pode dar multa até 10 mil euros a partir de 30 de abril

O município de Sátão promoveu uma sessão de esclarecimento sobre limpeza de terrenos, no âmbito das faixas de gestão de combustível em redor dos aglomerados de casas e das habitações isoladas.

A lei prevê que os terrenos sejam limpos e as árvores em particular os pinheiros e os eucaliptos cortados até ao próximo dia 15 de março, próxima quinta-feira, mas para descanso dos proprietários, o limite é 30 de abril.

O presidente da câmara de Sátão, Paulo Santos e responsável pela proteção civil no concelho de Sátão, as autoridades não vão atuar nos casos em que os proprietários ou anda a limpar ou ainda não começaram por falta de disponibilidade ou de meios humanos para proceder à limpeza dos seus terrenos.

A câmara de Sátão vai esta quarta-feira reunir com várias empresas especializadas na limpeza de terrenos, mas caso os contratos não venham a ser concretizados, a autarquia vai avançar com a limpeza dos terrenos públicos com os meios humanos e matérias da própria autarquia.

E os 50 milhões que o governo via disponibilizar para ajudar os municípios na limpeza dos terrenos, o presidente da câmara de Sátão diz que a autarquia vai ter na mesma que fazer um esforço financeiro.

E numa altura em que o ano de 2017 foi trágico em incêndios florestais e que causou dezenas de vítimas mortais, o presidente da camara de Sátão faz um apelo a todos os munícipes do concelho de Sátão.

Amanhã termina teoricamente o prazo para que sejam limpos os terrenos e sejam feitos os abates das árvores próximas das habitações, a calmara de Sátão promoveu uma sessão de esclarecimento.

O prazo limite é 30 de abril, a partir desta data os proprietários que não façam trabalhos de limpeza dos terrenos podem ser confrontados com coimas que variam entre os 280  a 10 mil euros.

 

Pode ver também

Câmara de Viseu: Energia elétrica para 2019 com investimento de 8 milhões de euros

Foi aprovada a adjudicação do contrato de aquisição de energia elétrica para o ano de …

Comente este artigo