Download http://bigtheme.net/joomla Free Templates Joomla! 3
Home / Notícias / Sátão: “Feira do Míscaro? Nem que tenha de ser em Janeiro”
Foto M. Azevedo Fotografia / Alive Fm

Sátão: “Feira do Míscaro? Nem que tenha de ser em Janeiro”

Se recuarmos no tempo, no ano passado e por esta altura, o concelho de Sátão estaria em festa com a Feira do Míscaro.

Sem datas marcadas e sem o programa preparado… o tempo seco e quente, sem chuva, deixa a Capital do Míscaro preocupada. Contudo, Paulo Santos, autarca do município, garante que o evento não ficará por fazer, “nem que tenha de ser em Janeiro”.

Apesar de 2017 estar a ser um ano atípico, que possa aumentar o preço do quilo do fungo, não só a chuva mas também a geada pode contribuir para a tabela de preços. Em 2016, um quilo de míscaros custou entre os 25 a 40 euros.

No ano passado, quando a Feira de Míscaro alcançou uma década de existência, a vila de Sátão acolheu milhares de visitantes vindos de vários distritos da região centro do país, para participarem, naquele que é o maior e mais importante certame do concelho. O principal objetivo passa não só por divulgar uma das potencialidades gastronómica do Sátão, o míscaro, mas também, o mel, o enchido, o queijo e a doçaria satense.

Peça de Maria Sousa/AliveFM.

Notícia relacionada:

Sátão: Milhares de visitantes na “Capital do Míscaro”

 

Pode ver também

Durante este ano a autarquia de Castro Daire já destruiu 120 ninhos de vespa asiática

A Câmara Municipal de Castro Daire, através do Serviço Municipal de Proteção Civil, durante este …

Comente este artigo