Download http://bigtheme.net/joomla Free Templates Joomla! 3
Home / Notícias / Sátão: Falta estratégia séria e eficaz para as áreas do emprego, ação social e reforma da floresta.
Paulo Mendes

Sátão: Falta estratégia séria e eficaz para as áreas do emprego, ação social e reforma da floresta.

Foram dois os membros da Assembleia Municipal de Sátão, que votaram contra o Plano de Atividades e Orçamento da câmara para o ano de 2018.

Recorde-se que António José carvalho Presidente da freguesia de Sátão e membro da oposição do PNT, justificou o sentido de voto, com o valor de financiamento para a freguesia de 20 mil euros, um valor que o autarca considera reduzido, comparativamente aos valores atribuídos a outras freguesias do concelho, com menos população.

Outro dos deputados que também votou contra aos documentos, foi Paulo Mendes, uma das entre várias razões, é a falta de uma estratégia da câmara de Sátão para a área do emprego.

Em resposta o presidente da câmara de Sátão, Paulo Santos, diz que o município está atento a esta matéria, com a implementação de um regulamento de incentivos fiscais.

Outra das áreas que preocupa o deputado da Assembleia Municipal, Paulo Mendes, é o património florestal, o deputado nesta matéria diz que a câmara de Sátão para 2018, vai continuar a desprezar a floresta do concelho.

O presidente da câmara de Sátão, Paulo Santos, diz que não é tarefa fácil pôr em prática a reforma florestal do concelho.

Outos dos pontos que levou o deputado da oposição a votar contra o Plano de Atividades e Orçamento da autarquia para 2018 é a área social, Paulo Mendes, diz que falta uma estratégia séria e eficaz que vá ao encontro das reais necessidades do Sátão.

Na resposta ao deputado da oposição, o presidente da câmara de Sátão, diz que há muita dificuldade em encontrar um novo local para a construção de novas habitações sociais.

Deputado da Assembleia Municipal de Sátão, Paulo Mendes, votou contra ao Plano de Atividades e Orçamento da autarquia para 2018, entre outras, salienta o deputado, está a falta de uma estratégia séria e eficaz para as áreas do emprego, ação social e reforma da floresta.

Texto António Mendes/Alive Fm

 

Pode ver também

GNR Viseu distribui 1500 calendários aos idosos para evitar cobranças ilegais da EDP

A Guarda Nacional Republicana, em parceria com a EDP Distribuição, em todo o território nacional, …

Comente este artigo